Opinião: Douglas dita o ritmo, Grêmio vence o Cruzeiro por 2×0 e tem boa vantagem na Copa do Brasil

Douglas
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio venceu o Cruzeiro por 2×0 e deu um passo importante rumo à final da Copa do Brasil. Mesmo enfrentando um Mineirão lotado, o tricolor atuou muito bem e agora tem boa vantagem para o jogo da volta na Arena, em Porto Alegre.

LEIA MAIS:

CRUZEIRO X GRÊMIO: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DA PARTIDA

O Grêmio enfrentou o Cruzeiro da maneira certa: ligado desde o início e marcando em cima. Nos primeiros minutos, como já é tradicional, o Cruzeiro, jogando em casa e querendo fazer um bom resultado na ida, tentou tomar para si as ações do jogo e atuar com a bola no campo de ataque.

Apesar destas tentativas, os mineiros não encontraram espaços, devido às boas intervenções defensivas do Grêmio que sempre conseguiu cercar bem os adversários.

Jogando da maneira que rendeu melhor com Roger Machado, misturado (e melhorado nas últimas atuações) com algumas implementações de Renato Gaúcho, como por exemplo os arremates de longa distância, o tricolor começou a dominar o Cruzeiro.

E esse domínio se provou eficiente aos 19’. Com Douglas, o jogador que NÃO pode ficar de fora da equipe e que dita o jogo do Grêmio, atuando livre, sem ser ‘incomodado’ pelos marcadores durante os 90 minutos, o primeiro gol ganhou forma. Após a bola percorrer toda a extensão do campo, saindo da direita e indo para esquerda, Luan dominou cercado por cruzeirenses e com um toque de craque colocou no ângulo de Rafael. 1×0.

Mesmo com a importante vantagem fora de casa, a equipe seguiu marcando forte (algo característico com Renato) e com as linhas altas, obrigando o Cruzeiro a apostar, sem sucesso, nos lançamentos.

O único ‘defeito’ da primeira etapa, em que Walace e Pedro Rocha foram os únicos que destoaram e atuaram um pouco abaixo dos demais, foi o não aproveitamento de algumas chances de contra-atacar, que incomodaram também o assistente Alexandre Mendes, que ficou ao lado do campo no lugar do suspenso Renato Gaúcho.

Na segunda etapa, sem Maicon, que sentiu uma lesão e foi substituído por Jaílson, o Grêmio passou a ficar menos tempo com a bola e a ser amaçado pelo Cruzeiro. No entanto, as boas atuações de Pedro Geromel e do argentino Kannemann prevaleceram e a equipe conseguiu, aos poucos, se acertar.

E, quando já havia a preocupação pelo empate, Douglas, o melhor jogador do Grêmio na noite desta quarta apareceu livre após passe de Ramiro e, de perna direita, finalizou cruzado para fazer o segundo. 2×0 aos 16’.

Após aumentar o placar, o tricolor tratou de administrar o jogo e evitar perder a boa vantagem no placar e conseguiu seu objetivo.

Com a vitória por dois gols, fica claro que apenas aqueles que estiver realmente 100% vão entrar em campo contra o Figueirense, sábado, pelo Brasileirão.



Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.