Palmeiras tem dívida milionária com Paulo Nobre

O presidente Paulo Nobre da S.E. Palmeiras apresenta os jogadores Diogo, França e Rodolfo, mais novos reforços do clube, na Academia de Futebol, no bairro da Barra Funda. São Paulo/SP, Brasil - 06/01/2014. Foto: Cesar Greco / Fotoarena

O mandato do presidente Paulo Nobre, com o Palmeiras, vai até o fim de 2017, mas o clube paulista tem uma dívida milionária com ele. O Verdão deve para o mandatário Alviverde cerca de 115 milhões de reais, a informação é do Estadão

Leia mais:

FERNANDO PRASS VOLTA A TREINAR COM LUVAS NO PALMEIRAS; VEJA O VÍDEO

O Paulo Nobre, emprestou a equipe de Palestra Itália em torno de R$ 200 milhões, essa quantia foi emprestada de duas formas: uma parte usando seu nome como fiador em empréstimos bancários e outra com ele sendo o credor. Para o Verdão quitar essa dívida, o clube paulista vai pagar o presidente de duas maneiras: R$ 75 milhões dando a ele 10% da renda bruta mensal do clube e a outra parte de R$ 38,8 milhões, dando ao Paulo Nobre um valor fixo de R$ 400 mil por mês.

Com sua ajuda financeira no Palmeiras, o Verdão se estabilizou financeiramente, nem por isso ele deixou nessa temporada de colocar dinheiro no clube. Tirou do seu próprio bolso cerca de R$ 14,5 milhões para o Alviverde trazer o atacante Róger Guedes e o zagueiro Yerry Mina.

Ficou determinado que quando os jogadores forem vendidos, o Paulo Nobre e o presidente que esteja no comando do clube, irão negociar, comenta-se nos bastidores que o atual mandatário da equipe de Palestra vai ficar só com o dinheiro investido e o lucro ficando com o Alviverde.

Para fechar sua gestão no Palmeiras, Nobre deu um “presentinho’ ao clube, deu cerca de R$ 5 milhões sem cobrar nada, para terminar a construção do hotel, que está sendo construído na Academia de Futebol.



Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.