Para eliminar o Grêmio, Cruzeiro terá que fazer o que ninguém fez na Arena

Grêmio
Foto: Divulgação/ Facebook Oficial do Grêmio - Fotógrafo Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

O tamanho da vantagem conquistada pelo Grêmio sobre o Cruzeiro, na semifinal da Copa do Brasil, pode ser muito bem ilustrada por um pequeno dado estatístico. Na Arena, em Porto Alegre, palco do jogo decisivo da quarta-feira que vem, o time gaúcho jamais perdeu uma partida pelo placar que lhe eliminará do torneio. Desde sua inauguração, em dezembro de 2012, o novo estádio gremista nunca presenciou uma derrota dos mandantes por três gols de diferença.

LEIA MAIS:

Carol Portaluppi revela que dá “pitacos” na escalação do Grêmio

E é exatamente essa diferença de gols que o Cruzeiro precisará, já que se repetir o 2×0 que sofreu levará a decisão para os pênaltis. O time de Minas Gerais também avançará a final se vencer por dois gols de diferença a partir de um 3×1, por exemplo. Derrota por um gol de diferença ou empate em qualquer placar coloca o Grêmio na final da Copa do Brasil.

Desde dezembro de 2012, o Grêmio nunca perdeu na Arena por uma margem de mais de dois gols – justamente aquilo que o Cruzeiro precisa na semana que vem. Em 2013, primeiro ano mais “ativo” do novo estádio, o tricolor perdeu seis jogos como mandante, mas todos por apenas um gol de diferença.

Em 2014, foram cinco derrotas em casa, mas apenas uma por 2×0. Contra o Santos, nas oitavas da Copa do Brasil, o Grêmio perdeu pelo placar que levaria o duelo contra o Cruzeiro para as penalidades. Aquele confronto ficou marcado pelo gesto racista de uma torcedora gremista contra o goleiro santista Aranha, o que acarretou na eliminação dos gaúchos no torneio.

Já no ano passado, as cinco derrotas só tiveram margem de um gol. Em 2016, o São José, pelo Gauchão, venceu pelo placar de 2×0. “Sabemos das condições que temos, mas nunca do que vai acontecer. Nos preparamos para o melhor, fomos felizes. Marcamos bem e conseguimos os gols. As coisas ocorreram da melhor maneira, mas temos que descansar, desfrutar da vitória e não deixar baixar a concentração porque teremos outra guerra”, disse o lateral esquerdo Marcelo Oliveira após a vitória gremista no Mineirão.

Antes de receber o Cruzeiro na próxima quarta-feira, o Grêmio retoma as suas atenções ao Brasileirão. O elenco viajou nesta quinta para Florianópolis, onde enfrenta, no sábado, o Figueirense. Renato Gaúcho deverá usar um time reserva.

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.