Patcher ignora ausência de 4K nativos no PS4 Pro

PS4 Pro 4k
Michael Patcher aposta no sucesso do PS4 Pro na próxima geração - Reprodução/Gaming Bolt

Considerada pela Microsoft o maior trunfo para tomar da Sony a dianteira na preferência dos consumidores de games o uso da tecnologia 4K nativa em jogos para o Project Scorpio não parece convencer os principais analistas do mercado como uma efetiva estratégia para a gigante yankee atingir o sucesso desejado.

E não é qualquer especialista que está falando, trata-se de Michel Patcher, um dos nomes mais respeitados que em conversa com a Gaming Bolt usou uma experiência pessoal para ilustrar o quanto considera irrelevante a aposta da Microsoft e o por que segue confiando que a Sony se manterá a frente por um longo período.

“A penetração 4K não é assim tão fantástica. Nos Estados Unidos provavelmente é de 5% nos lares. E as TV 4K continuam a ser muito caras. Comprei uma segunda TV e tive de escolher entre uma Samsung curva de 55 polegadas com uma resolução a 1080p por 700 dólares, e a mesma TV só que UHD por 1100 dólares. Pensei sobre isso e percebi que os 400 dólares a mais não valiam a pena” – afirmou quando questionado sobre a migração de tecnologias.

LEIA TAMBÉM

PHILL SPENCER COMEMORA DESENVOLVIMENTO DO PROJECT SCORPIO

NINTENDO SWITCH: A NOVA APOSTA DA NINTENDO

PLAYSTATION 4 PRO: CONFIRA 1ª LISTA DE JOGOS

E Patcher não parou por aí. “Não existe programação na TV para os 4K. Posso ver o Netflix a 4K, e jogar videojogos quando comprar a minha Scorpio dentro de um ano, mas será que neste momento quero uma TV para isso? A resposta é, não, não quero. Penso que é uma tolice perseguir esta pequena fatia de mercado. Eu sei que os apaixonados e entusiastas por tecnologias babam sobre isso e que eles querem a resolução 4K nativa nos seus jogos. Mas a Sony é uma fabricante de eletrônica de consumo para o mercado de massas, e eles estão a ir atrás da maior fatia de mercado, que são os 1080p”. – finalizou.



Lucas Mendes é Jornalista, nascido no Rio de Janeiro mas com profundas raízes espalhadas pelo Brasil. Apaixonado por esportes desde pequeno por influência do Maior Camisa 10 de Todos os Tempos que viu jogar - o Tio Juca - Lucas busca fazer através do jornalismo esportivo o que não pode fazer dentro das quatro linhas do esporte. Com passagens por TV Jangadeiro, TV Fortaleza, Rede Record, SBT, Rede Gazeta, Rede Massa, RPC e TV Tarobá acumulou a experiência que agora compartilha no Torcedores.com