Meia diz que Ronaldinho era maior que Pelé e Maradona: “Quando não ia para a balada”

Ronaldinho
Getty Images

Ronaldinho Gaúcho foi eleito o melhor jogador do mundo em duas oportunidades, mas seus companheiros insistem em afirmar que ele poderia ter sido mais. O meia Kevin-Prince Boateng foi outro atleta que elogiou o camisa 10, chegando a dizer que o brasileiro em certos momentos foi o maior da história. O ganês contou que quando Ronaldinho não ia para as baladas e treinava, ele era o melhor.

LEIA MAIS

Gaúcho revela propostas do Brasil e exterior para pendurar as chuteiras

“Ronaldinho era o melhor de todos. Quando ele chegou ao Milan ele não era o melhor Ronaldinho que vimos, mas quando ele queria mostrar o que ele podia fazer com a bola era impressionante. Nesses momentos você percebia que ele era o melhor do mundo, até mesmo maior do que Zidane, Pelé ou Maradona”, disse em entrevista ao canal “Fox Sports”.

“Quando ele não ia para a balada e descansava, ele ia para o treino e dizia para cada um de seus companheiros em quem ele daria uma caneta, e no fim fazia isso”, completou.

Boateng atuou ao lado de Ronaldinho Gaúcho na temporada 2010/11, quando jogava pelo Milan. O meia brasileiro já anunciou que vai se aposentar no final de 2017, mas ainda não sabe por qual clube deve atuar neste período.