São Paulo começa planejamento 2017 e define saídas

Com apenas 1% de risco de queda para a segunda divisão, o São Paulo iniciou o planejamento para 2017 e montou a lista de dispensas do atual elenco. A informação é do jornalista Jorge Nicola, publicada no ‘Blog do Nicola’.

LEIA MAIS: JOÃO SCHMIDT ELOGIA USO DA BASE E FALA SOBRE RENOVAÇÃO

Nomes como Michel Bastos, Mena e Kelvin devem sair, mesmo com importância que tiveram na campanha da Libertadores de 2016. O meia experiente não atua há algum tempo e foi alvo de torcedores na invasão do Centro de Treinamento do São Paulo. Michel deve ser usado como moeda de troca em contratações como a de Willian Bigode, atacante do Cruzeiro. Mena e Kelvin voltam para seus clubes por não haver possibilidade de renovação e o alto custo para a compra.

Contratações nesse ano, Lugano e Ytalo são pouco aproveitados e serão analisados. O idolo uruguaio só terá a renovação discutida após a eleição para presidente em abril do próximo ano. O atacante foi titular em alguns jogos e depois lesionou o joelho. Deve ter o contrato estendido apenas para o tratamento do problema.

Léo é outro que deve estar com os dias contados. Com pouco tempo em campo, o goleiro formado pelo clube está com o contrato encerrando em dezembro de 2016 e não foi procurado para renovar o vínculo. Outro que é cria de Cotia, o volante João Schmidt pode estar de saída. Considerado uma das boas apostas da base, João é pouco escalado e a partir de janeiro pode assinar com outro clube gratuitamente. Em entrevista, o jogador disse estar conversado com a diretoria para acertar um novo contrato e permanecer no Morumbi.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net



Estudante de jornalismo e atualmente setorista do São Paulo no Torcedores.com