Saudosa Fórmula 1: Suzuka, o circuito dos campeões

Twitter Oficial da Fórmula 1

Os japoneses não podem reclamar: desde o primeiro grande prêmio da Fórmula 1 no Japão, em 1976, eles viram pelo menos doze decisões de mundial da principal categoria do automobilismo, sendo onze delas no circuito de Suzuka, o que justifica o título desta matéria.

LEIA MAIS:
HAMILTON MINIMIZA POLE DE ROSBERG NO JAPÃO
ROSBERG BATE HAMILTON POR 0S013, E FATURA A POLE POSITION EM SUZUKA

O primeiro GP do Japão aconteceu em 1976, no circuito de Fuji, que também foi o local da corrida do ano seguinte. Depois de um hiato de quase uma década, o país voltou a receber uma prova da categoria em 1986, ainda no monte Fuji, e foi nesta corrida que James Hunt conquistou seu único título mundial na categoria.

A partir de 1987, o GP do Japão migrou para Suzuka, e desde então, vimos pelo menos doze conquistas no circuito japonês. Os brasileiros possuem uma boa lembrança da pista, afinal de contas, são quatro títulos da categoria conquistados em Suzuka, com Piquet em 1987, e o tricampeonato de Senna, em 1988, 1990 e 1991.

Aliás, o circuito de Suzuka foi o palco principal das batalhas entre Alain Prost e Ayrton Senna, durante as temporadas de 1988, 1989 e 1990. Foi no GP do Japão de 89 que ambos bateram na chicane Casio, e mesmo com o piloto brasileiro conseguindo retornar a corrida e vencer, ele foi desclassificado e o título daquele ano ficou com o piloto francês. No ano seguinte, novamente a disputa entre os dois pilotos pelo título terminou em acidente, mas desta vez, foi Senna que tirou Prost da prova.

Além desses, outros títulos que foram conquistados em Suzuka são: Damon Hill em 1996, Mika Hakkinen em 1998 e 1999, Michael Schumacher em 2000 e 2003, e Sebastian Vettel em 2011.

Nesta temporada, não existe a possibilidade de termos o campeão do mundial decidido em Suzuka, já que a diferença entre Rosberg e Hamilton é de 23 pontos, e após o GP do Japão, ainda teremos mais quatro etapas para o término da temporada 2016.