Sincero, Valdívia admite que “se jogou” no lance que deu a vitória ao Inter

Valdivia
Divulgação/Internacional

Foi no sufoco que o Inter obteve sua segunda vitória seguida e ganhou um respiro no Brasileirão. Nesta quinta-feira, o time gaúcho só foi garantir o triunfo sobre o Coritiba aos 42 minutos do segundo tempo, quando Valdívia sofreu um pênalti em lance com a zaga paranaense. Sincero como de costume, o meia colorado admitiu que “se jogou” no lance decisivo.

LEIA MAIS:

Geromel explica derrota para o Cruzeiro: “No 2° tempo eles correram mais”

FOTO – Esta imagem de Seijas ilustrará a força da torcida colorada

“O William cruzou, eu vi que a bola não ia mais dar para mim. Deixei o corpo e ele (zagueiro) acabou me acertando. E eu me joguei”, admitiu Valdívia no final do jogo.

Contra o São Paulo, também no Beira-Rio, logo no segundo jogo de Celso Roth em sua volta ao Inter, o roteiro foi bastante semelhante. Jogo empatado em 0x0 e pênalti decisivo no final. Na ocasião, Valdívia pegou a bola e perdeu. Nesta quinta, ele nem pensou em pedir para bater.

“Nem pedi para bater. No final, não quero mais bater p… nenhuma. Nunca mais”, confessou. “Hoje fiz minha parte, já tinha cavado o pênalti, deixa o Vitinho brilhar um pouco”, brincou, às gargalhadas.

O pênalti convertido por Vitinho foi só o desfecho de um roteiro dramático na noite do Beira-Rio. Em um jogo tenso e nervoso desde os primeiros lances, o Coritiba teve a chance de abrir o placar minutos antes do Inter ganhar a pênalti. Também em uma penalidade máxima, Juan acabou parando nas mãos do goleiro Danilo Fernandes.

Com a vitória, o Inter chegou aos 33 pontos na tabela e momentaneamente deixou a zona de rebaixamento. Para seguir fora do Z4 ao término da rodada, os gaúchos precisam de um tropeço do Figueirense diante do Botafogo, em Santa Catarina, no domingo, e de uma vitória da Ponte Preta sobre o Cruzeiro, no Mineirão, no sábado.

Veja o polêmico pênalti em Valdívia:

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.