Torcidas de Vitória e Bahia viram Patrimônio Cultural e Imaterial do estado

Foto: Divulgação

Agora é lei! Nacionalmente conhecidas pela grandeza e força, as torcidas de Bahia e Vitória se tornaram Patrimônio Cultural e Imaterial do estado da Bahia, reconhecidos pela Assembleia Legeslativa da Bahia (AL-BA), nesta terça-feira (25).

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo
CONFIRA COMO FICARAM OS GRUPOS DA COPA DO NORDESTE 2017
Você Sabia? Novo prefeito de São Paulo, João Dória é santista fanático
Eleições 2016: Saiba como foi o desempenho de ex-jogadores e jornalistas esportivos nas urnas

Pelo lado tricolor, a matéria foi apresentada e proposta pelo eterno ídolo do clube e campeão do Brasileirão de 1988, o atual deputado estadual, Bobô (PCdoB). A pauta foi aprovada pelos demais componentes da Assembleia, por unanimidade, em dois turnos.

O mesmo aconteceu para Leão da Barra, o Vitória, com a pauta tendo sido proposta pelo deputado estadual rubro-negro, Bira Corôa (PT).

A honraria tem como objetivo homenagear os torcedores dos maiores clubes do estado da Bahia e dois dos principais clubes do futebol brasileiro.

O que é? Patrimônio Cultural e Imaterial são práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas que passam por geração e geração e seguem sendo recriadas com o passar dos anos, por comunidades e grupos que vivem em função de seu ambiente, assim gerando um sentimento de identidade e continuidade.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com