Uruguai atropela Venezuela pelas Eliminatórias com show de Suárez

Foto: Reprodução/Site oficial AUF - Associação Uruguaia de Futebol

A primeira rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 acabou e o Uruguai está em primeiro, já com um pé na Rússia. No Estádio Centenario, a vitória uruguaia foi mais sofrida do que o esperado, já que os primeiros minutos foram muito difíceis. A Venezuela desperdiçou uma chance clara e por isso acabou pagando muito caro.

 

LEIA MAIS
URUGUAI 3×0 VENEZUELA: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA
URUGUAI X VENEZUELA: CONFIRA ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO

 

No primeiro tempo, Adalberto Peñaranda foi o pesadelo da Celeste nos primeiros minutos. O atacante da Udinese ganhou em velocidade a cada vez que os venezuelanos atacavam em profundidade. Os visitantes foram mais perigosos no começo, aproveitando que os donos da casa não conseguiam ligar o meio de campo com o ataque. O Uruguai teve várias tentativas individuais, mas que não geraram nenhum perigo. Trabalhou com o jogo aberto pelas pontas, pois pelo meio estava congestionado.

As situações mais claras foram da Venezuela. Aos 21 minutos do primeiro tempo, Peñaranda ganhou em velocidade pelo meio e o goleiro Muslera saiu desesperado, mas não adiantou. O jogador caribenho perdeu a chance com o gol livre, chutando para fora. Já aos 25, Rondón errou um chute cruzado.

No começo, a Seleção Venezuelana foi melhor por várias razões: não só porque construiu as principais situações de gol, senão também porque controlou a posse de bola, ganhou a maioria das divididas e teve uma zaga bastante sólida que controlou o temido ataque adversário.

Entretanto, o poder letal do Uruguai fez a diferença. O excelente cruzamento de Luis Suárez após um rápido contra-ataque terminou com a chegada de Lodeiro aos 28 minutos, mergulhando de cabeça e fazendo 1 a 0. A primeira etapa do jogo estava sacramentada com o time da casa já estando na frente.

O segundo tempo foi algo totalmente diferente. Nos 15 segundos de jogo, Cavani recebeu um cruzamento aéreo na boca da área e chutou de direita para marcar o segundo gol da Celeste. Literalmente foi um balde de água fria para a Venezuela.

O time visitante teve Vizcarrondo expulso aos 20 minutos, graças a uma falta cometida contra Luis Suárez. A partir desse momento, o domínio do jogo por parte dos uruguaios foi total. O terceiro gol nasceu a partir de outro contra-ataque iniciado por Carlos Sánchez que, tocando a bola para o meio, permitiu que o camisa 9 do Barcelona fizesse um rápido corta luz, deixando a bola açucarada para que Cavani fechasse a tampa do caixão com o 3 a 0.

Daí em diante, a torcida Celeste, que lotou o Centenario em peso, começou a gritar olé com o toque de bola contínuo de sua equipe até o fim do jogo.

Após este resultado, o Uruguai segue invicto nas Eliminatórias sem receber nenhum gol em casa e está matematicamente com um pé dentro da Copa do Mundo da Rússia 2018.

A próxima partida da Celeste será na terça-feira (11/10), às 17:30, contra a Colômbia, no estádio Metropolitano de Barranquilla.

DADOS DA PARTIDA:

Estádio: Centenario – Montevidéu – Uruguai.

Árbitros: Raúl Orozco (Bolívia), Juan Pablo Montaño (Bolívia) e José Antelo (Bolívia).

Uruguai: Fernando Muslera; Mathías Corujo, Sebastián Coates, Diego Godín e Gastón Silva; Arévalo Ríos, Carlos Sánchez, Cristian Rodríguez e Nicolás Lodeiro; Edinson Cavani e Luis Suárez.
Técnico: Óscar Tabárez.

Venezuela: Dani Hernández; Alexander González, Oswaldo Vizcarrondo, Wilker Ángel e Mikel Villanueva; Tomás Rincón e Arquímedes Figuera; Alejandro Guerra e Juan Añor; Adalberto Peñaranda; e Salomón Rondón.
Técnico: Rafael Dudamel.

Gols: 28′ Nicolás Lodeiro, 46′ Edinson Cavani e 79′ Edinson Cavani.

Substituições Uruguai: Gastón Silva (88′ Álvaro Pereira), Cristian Rodríguez (80′ Diego Laxalt) e Nicolás Lodeiro (67′ Matías Vecino).

Substituições Venezuela: Juan Añor (66′ José Velázquez) e Adalberto Peñaranda (61′ Josef Martínez);

Expulsões: 65′ Oswaldo Vizcarrondo (Venezuela)

Cartões Amarelos: Oswaldo Vizcarrondo e Arquímedes Figuera (Venezuela).
Nicolás Lodeiro (Uruguai).