Veja como a imprensa reagiu ao empate do Corinthians contra o Galo

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

O empate por 0 a 0 não foi bom nem para o Corinthians, nem para o Atlético Mineiro. Essa é a conclusão dos principais veículos de imprensa do país sobre a partida disputada na noite de quarta-feira, na Arena Corinthians. Apesar do domínio corintiano na segunda etapa, as redes só balançaram uma vez – e poucos se comprometeram a afirmar se o juiz errou ou acertou.

LEIA MAIS
CARILLE VÊ EVOLUÇÃO NO CORINTHIANS: “FELIZ PELO RENDIMENTO”
RODRIGUINHO VÊ MELHORA NA EQUIPE DO CORINTHIANS: “A POSTURA QUE A GENTE QUER É ESSA”
WALTER DIZ ESTAR VIVENDO MELHOR FASE DA CARREIRA E NEGA CONVERSA COM PALMEIRAS

Na análise do UOL, o empate foi frustrante para Galo e Corinthians. Reconhecendo a superioridade do Corinthians em alguns momentos, o site realça o baixo público na Arena (17 mil almas). O portal não crava falta em Gustavo no gol anulado, porém dá a entender que a infração não aconteceu. “Até com o replay da televisão ficou difícil ver a falta”.

O Estadão destacou o elevado número de erros cometidos pelo Timão ao longo do jogo, ainda que o time tenha conseguido “indícios de melhora na criação das jogadas”. O jornal lembrou a boa movimentação do trio ofensivo (Marlone, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto), entretanto, o “desengonçado” Gustavo não conseguiu aproveitar as chances. Os atacantes que vieram do banco – Rildo e Lucca – também pouco conseguiram fazer.

A Folha se limitou a contextualizar o jogo e informar a variação de posição na tabela e a sequência de placares e de público no estádio. Por outro lado, faz uma análise relacionando os resultados recentes da equipe comandada do Fabio Carille com a queda de público (e consequentemente de renda) dos jogos na Arena Corinthians. O jornal indica que a queda de rendimento no gramado afeta diretamente no pagamento das contas do estádio.

O Agora SP coloca em risco as chances de vaga na Libertadores, mesmo com mais espaço após recentes mudanças da Conmebol.  O jornal lembra ainda que o árbitro da partida contra o Galo foi muito cobrado no mesmo estádio, mas contra o Fluminense, fato que pode ter influenciado a anulação do gol de Gustavo. “O que não mudou foi o temor demonstrado pelo juiz (…) em apitar qualquer lance a favor dos donos da casa. ”

Por fim, o Lance! destaca as boas atuações dos goleiros Walter, do Corinthians e de Victor, do Atlético-MG. O jornal ainda corneta a arbitragem ao não ter dúvidas de que a falta que anulou o gol de Gustavo não existiu. “O problema é que o árbitro viu falta em cima de Gabriel e anulou o lance. Dizem que futebol é jogo de contato. Dizem.”

O próximo jogo do Corinthians acontece longe de casa, na Arena Pantanal, contra o Santa Cruz. A bola rola a partir das 21h45, no feriado da próxima quarta-feira (12).



Mídias Sociais da AS Roma Brasil, MBA em Gestão Estratégica de Negócios, blogueiro desde 2007 e radialista amador. Escreve sobre futebol italiano, automobilismo e o que aparecer, mas gosta mesmo é de contar boas histórias