Andrés revela bastidores da contratação de Ronaldo Fenômeno pelo Corinthians

Corinthians
Reprodução/YouTube

Logo após voltar à elite do futebol brasileiro, em 2008, o Corinthians surpreendeu o mundo todo ao anunciar a contratação do atacante Ronaldo Fenômeno. A negociação, entretanto, foi mais simples do que se pode imaginar.

LEIA MAIS:

MERCADO DA BOLA: TIMÃO TERIA INTERESSE EM VOLANTE DO PALMEIRAS
VEJA QUANTO ATLÉTICO-MG E GRÊMIO VÃO GANHAR POR DECIDIREM A COPA DO BRASIL
PRESIDENTE DO SANTOS BRINCA COM ‘APETITE POR REFORÇOS’ DE ALEXANDRE MATTOS

Convidado do programa “Bola da Vez”, da ESPN Brasil nesta terça-feira (8), Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, revelou os detalhes da negociação.

[Trazer] O Ronaldo, no primeiro momento, era uma loucura. Não tínhamos dinheiro nem para pagar a conta de luz. Pegamos o Corinthians arrasado na época. Quando falamos de Ronaldo o pessoal dizia que a gente estava de brincadeira“, começou a contar Andrés.

O Luis Paulo [Rosenberg, ex-vice do Timão] e o Fabiano [Farah, ex-empresário do Fenômeno] ficaram negociando por cinco meses, e no dia que eu fui receber o prêmio pela conquista da Série B [2008], no Rio de janeiro, o Luis Paulo me mandou um e-mail dizendo: ‘Esquece. Não dá. É sonho mesmo. Uma loucura’. Eu disse que já sabia e fui para o Rio”, continuou.

“Lá do Rio, disse para o Luis Paulo: ‘Venha para cá amanhã, porque o Gordo [Ronaldo] vai estar aqui, às 8h no hotel tal’. Ele retrucou, mas aceitou.”

No dia seguinte, com o hotel lotado, nos encontramos com o Gordo e com o Fabiano. E vai conversa para cá, para lá. Discute a porcentagem dos ingressos, quanto ganharia com camisa etc…“, disse o atual deputado federal (PT/SP).

Chamei o Ronaldo para ir fumar. O Gordo não fuma. Só eu que fui fumar, ele nem bebe. Aí fomos para o banheiro e ele me disse: ‘E então, presidente?` Eu expliquei que tinha um monte de coisa para resolver em São Paulo, que tinha que montar o time para o ano que vem, sem dinheiro, e que eles ficavam falando de milhões…”, seguiu Andrés.

Aí ele disse para mim: ’Volta lá então e fala o que você quiser’.

Voltamos, eu peguei um guardanapo, e falei: ‘Paulo, vai ser isso aqui!“, disse mostrando uma anotação em um papel. “R$ 400 mil de salário, não sei o que mais…”, completou.

O Gordo falou: ‘Sou jogador do Corinthians’. E foi assim”, finalizou Andrés, simulando um aperto de mão com o ex-jogador.

Números no Timão

Em pouco mais de duas temporadas no Corinthians, Ronaldo disputou 69 partidas e marcou 35 gols com a camisa alvinegra.

Pelo clube do Parque Sâo Jorge, o Fenômeno ainda foi campeão paulista e da Copa do Brasil em 2009.