Bicampeonato de Nelson Piquet completa 33 anos

Crédito da Foto: Luca Bassani/Divulgação

Em 2016 faz 33 anos que o brasileiro Nelson Piquet conquistou o seu segundo título mundial na Formula 1 em 1983.

LEIA MAIS:
ROBERT KUBICA VAI PILOTAR NAS 6 HORAS DE VALLELUNGA
TARUMÃ É A PRÓXIMA PARADA DE “NA CORRIDA”

Vamos acompanhar como foi a temporada que consagrou Nelson Piquet:

1) Grande Premio do Brasil : Na corrida de abertura do campeonato mundial, o finlandês Keke Rosberg (campeão mundial no ano anterior) foi o mais rápido com sua Williams Ford e garantiu a pole, com Alain Prost da Renault ao seu lado na primeira fila. Na segunda, pela ordem tinha o frances Patrick Tambay, também da Ferrari e o brasileiro Nelson Piquet com seu Brabhan BMW na quarta posição. Na corrida, Piquet deu um show de pilotagem com ultrapassagens arrojadas e voltas precisas e venceu a primeira corrida do ano, com o austríaco e bicampeão Niki Lauda em segundo e Jacques Lafite da Williams completando o pódio em terceiro.

2) Grande Premio do Oeste dos Estados Unidos : Na pista norte americana, o frances Patrick Tambay foi o mais rápido nos treinos e garantiu a pole com seu companheiro de equipe o também frances Rene Aunoux ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila pela ordem, as Williams Ford de Keke Rosberg e Jacques Lafite. Em uma corrida bem estranha, o vencedor foi John Watson da MC Laren que largou em vigésimo segundo, com seu companheiro Niki Lauda em segundo e completando o pódio Rene Arnoux em terceiro.

3) Grande Premio da França : Alain Prost finalmente começou a reagir no campeonato. Nos treinos, Prost foi o mais rápido, com o norte americano Eddie Cheever ao seu lado na primeira fila com a outra Renault. Na segunda vinham Ricardo Patrese com a outra Brabhan BMW e René Arnoux da Ferrari. Correndo em casa, o francês fez barba cabelo e bigode, fez a volta mais rápida e venceu de ponta a ponta com Nelson Piquet em segundo e seu companheiro de Renaut Eddie Cheever completando o pódio.

4) Grande Premio de San Marino : Em Imola a pole ficou com René Aurnoux da Ferrari com Nelson Piquet ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila pela ordem, vinham Patrick Tambay, da Ferrari e o francês Alain Prost. Na prova, a vitória ficou com Patrick Tambay, Prost ficou em segundo e René Arnoux com a outra Ferrari em terceiro, completando o pódio.

5) Grande Premio de Mônaco: No circuito de rua de Monte Carlo, Alain Prost foi o mais rápido nos treinos e ficou com a pole com René Arnoux ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila do grid vinham o norte americano Eddie Cheever e Patrick Tambay da Ferrari. Na corrida, no entanto, o vencedor foi Keke Rosberg com a Williams, com Nelson Piquet em segundo e Alain Prost em completando o pódio em terceiro.

6) Grande Premio da Bélgica : Na pista de spa, Alain Prost foi o mais rápido nos treinos com Patrick Tambay ao seu lado na primeira fila. Na segunda, vinham o italiano Andréa de Cesaris com a Alfa Romeo e Nelson Piquet. Na prova, Prost venceu sem problemas a sua segunda corrida no campeonato, com Patrick Tambay em segundo e Eddie Cheever em terceiro. Piquet ainda marcou alguns pontos terminando em quarto .

7) Grande Premio do Leste dos Estados Unidos : Chegamos então a segunda corrida norte americana na temporada. Nos treinos, René Aurnoux ficou com a pole com Nelson Piquet ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila vinham Patrick Tambay e Elio de Angelis com a Lótus. Na corrida no entanto a vitória foi do italiano Michelle Alboreto com Tyrell Ford, com Keke Rosberg em segundo e John Watson em terceiro.

8) Grande Premio do Canadá : Na pista canadense René Aurnoux ficou com a pole, com Alain Prost ao seu lado na primeira fila. Na segunda, vinham pela ordem Nelson Piquet e Patrick Tambay. A vitória foi de René Arnoux, com Eddie Cheever em segundo, e em terceiro completando o pódio o italiano Patrick Tambay.

9) Grande Premio da Grã Bretanha : Na corrida inglesa, René Arnoux novamente foi o mais rápido nos treinos, com seu companheiro Patrick Tambay ao seu lado na primeira fila do grid. Na segunda fila vinham Alain Prost e Elio de Angelis. Na prova, a vitória foi de Alain Prost que vencia pela terceira vez no campeonato com Nelson Pìquet em segundo e completando o pódio Patrick Tambay.

10) Grande Premio da Alemanha : Na pista alemã dessa vez o mais rápido na qualificação foi Patrick Tambay da Ferrari com seu companheiro René Aurnoux ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila do grid vinham Andréa de Cesaris e Nelson Piquet. Na corrida, René Arnoux acabou vencendo,com o italiano Andréa de Cesaris em segundo e Ricardo Patrese companheiro de Piquet em terceiro.

11) Grande Premio da Áustria : Na pista austríaca, a pole ficou com Patrick Tambay com René Arnoux também da Ferrari ao seu lado na primeira fila. Já na segunda, vinham Nigel Mansell com a Lótus Renaut e Nélson Piquet. Na corrida no entanto a vitória ficou com Alain Prost que vencia a sua quarta corrida no ano, com René Aurnoux em segundo e o brasileiro Nelson Piquet completando o pódio em terceiro.

12) Grande Premio da Holanda : Nos treinos a pole ficou com Nelson Piquet com Patrick Tambay ao seu lado na primeira fila. Na segunda, vinham o italiano Elio da Angelis com a Lótus e o francês Alain Prost. Na corrida entretanto, a vitória foi de René Arnoux, com seu companheiro de Ferrari Patrick Tambay em segundo e Jonh Watson com a MC Laren Ford completando o pódio em terceiro.

13) Grande Premio da Itália : Mais de 10 pontos atrás no campeonato, Piquet foi atrás da reação na reta final. Mostrando ser perito em mecânica, Piquet propões modificações no Brabhan BMW. Nos treinos, a pole fica com Ricardo Patrese companheiro do brasileiro, com Patrick Tambay ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila, tinham René Arnoux e Nelson Piquet. Na prova, as modificações propostas por Piquet deram resultados e ele venceu a corrida .com René Arnoux em segundo e Eddie Cheever em terceiro.

14) Grande Premio da Europa : Chegamos então a GP da Europa. Nos treinos, a pole ficou com a Lótus do italiano Elio de Angelis de maneira surpreendente, com Ricardo Patrese da Brabham BMW ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila, vinham a outra Lótus Renaut, do inglês Nigel Mansell e Nelson Piquet. Na corrida, Piquet com bela atuação, vence a sua segunda corrida seguida e a terceira no ano, com Alain Prost em segundo e Nigel Mansell em terceiro. Assim, o brasileiro diminuía para apenas 2 pontos a vantagem de Prost no campeonato.

15) Grande Premio da Africa do Sul : Na ultima corrida do campeonato, Prost tinha 57 pontos contra 55 de Piquet. Nos treinos o mais rápido foi o italiano Patrick Tambay, com Nelson Piquet ao seu lado na primeira fila. Na segunda fila, vinham Ricardo Patrese e René Arnoux. Na corrida ,Piquet havia bolado uma estratégia brilhante,enquanto Prost havia abandonado na trigésima quinta volta com problemas no motor. A vitória foi de Ricardo Patrese com a Brabhan BMW ,com Andréa de Cesaris em segundo e Nelson Piquet garantindo o bicampeonato com o terceiro lugar. Com a conquista do título mundial, o brasileiro se firmava como o “gênio da era turbo” .