Brasileirão: Veja as chances do Fluminense ir para Libertadores após a rodada

Marcão
Crédito de imagem: Reprodução/Fluminense Oficial

Após ser derrotado pelo o Cruzeiro por 4 a 2 no domingo e o fim da rodada na segunda-feira, o Fluminense não conseguiu voltar ao G-6 do Campeonato Brasileiro. Nono colocado com 48 pontos, o time, que agora será comandado por Marcão, tem apenas 8% de chances de classificação para a Libertadores de 2017, de acordo com o site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

LEIA MAIS:
Empresário fala dos planos de Thiago Silva após candidato do Flu revelar interesse
Presidente do Fluminense revela quem foi o responsável pela saída de Fred
Farfán no Flu e Gum no Santos? Veja 5 notícias do Fluminense bombando na web
Micale convoca seleção sub-20 com três jogadores do Flu e mais um ex-tricolor

 

Botafogo, Atlético-PR, Corinthians e Grêmio são os times que estão acima do Fluminense na briga pelo G-6. O Furacão, que foi derrotado pelo Vitória por 3 a 2, tem 51% de chances de ir para Libertadores, enquanto o Timão, 32%. Em oitavo lugar, a equipe comandada por Renato Gaúcho tem 12%.

Com 95%, o Botafogo é o time mais próximo de garantir a vaga depois das equipes que estão no G-4. Os únicos clubes praticamente classificados para próxima Libertadores são os quatro primeiros colocados: Palmeiras (100%), Santos (100%), Flamengo (100%) e Atlético (99%).

Veja abaixo as chances de G-6 de todos os times do Brasileirão. Para o cálculo das chances de Libertadores são considerados o mando de campo dos jogos e o retrospecto das equipes na competição. O sistema de cálculo permite comparar os clubes não apenas pela pontuação ou aproveitamento, mas também pela dificuldade dos jogos de cada equipe, avaliada em função dos adversários e do fator local.

 

Chance de Libertadores

 

Confira ainda:
Veja até quando vai o contrato dos jogadores do Fluminense
Campeão olímpico, Micale visita o Flu e elogia estrutura para formação de atletas    
Presidente do Fluminense afirma que novo estádio não inviabiliza Maracanã

Foto: Divulgação

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: Allan Abi Madi – @allanmadi