Candidato à presidência do Inter já teria nome para treinar o clube em 2017

Inter
Foto: Divulgação/Inter

Ao lado de Pedro Affatato, candidato da situação, Marcelo Medeiros se saiu bem na eleição dentro do Conselho Deliberativo nesta segunda-feira e passou ao “pátio”. No dia 10 de dezembro, os dois se enfrentam em busca da preferência do associado colorado. Quem vencer, se tornará presidente do Inter no biênio 2017/2018.

Uma informação divulgada nesta terça-feira pelo jornalista Maurício Saraiva, da Rádio Gaúcha e da RBSTV, movimentou e esquentou a campanha política no Beira-Rio. De acordo com o profissional da mídia, Medeiros já teria iniciado um contato para buscar um novo treinador para o clube caso eleito. O escolhido, segundo Saraiva, foi Antônio Carlos Zago, atual técnico do Juventude.

“Pessoas ligadas ao candidato de oposição já contataram Antônio Carlos Zago e o consultaram do seu interesse de trabalhar no Inter. A pergunta incluía a hipótese da Série B no horizonte colorado. O assunto ficou para depois do Brasileirão em que o Inter ainda decide seu destino, mas Zago está no escopo”, escreveu o jornalista em seu blog.

Ex-zagueiro de clubes como São Paulo, Palmeiras e Roma, além da Seleção, Zago se destacou na temporada de 2016 ao levar o Juventude à final do Gauchão – tendo passado pelo Grêmio na semifinal -, às quartas da Copa do Brasil passando pelo São Paulo nas oitavas e, principalmente, por ter conduzido o clube ao acesso na Série C.

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com publicada no início de novembro, Medeiros evitou falar em nomes e disse que sua comissão já estava trabalhando de olho no mercado. Perguntado sobre Abel Braga, com quem trabalhou como diretor de futebol em 2014, o candidato à presidência do Inter despistou.

“O Abel está ligado historicamente ao Inter. Ele é um treinador com diversos serviços prestados ao clube e é natural que tenha o seu nome cogitado pela mídia. O nosso trabalho, caso eleitos, inclui um planejamento que já está sendo feito há algum tempo e que tem o Roberto Melo, nosso vice de futebol, responsável por avaliar o mercado de jogadores e treinadores. E é isso que temos feito, conversando com profissionais para definir no futuro e quem fará parte do projeto. Seria injusto da nossa parte colocar nomes ao torcedor no atual momento. Não queremos criar ilusões. Vamos trabalhar e quando for o momento adequado, o torcedor saberá quais os nomes estarão no nosso projeto”, disse, na ocasião.

Antes de projetar 2017, o Inter ainda tem uma dura pendência para resolver na atual temporada. O clube tem mais quatro jogos para evitar o rebaixamento, algo que, no momento, é a realidade. Em 17° lugar com 38 pontos, o time precisará fazer no mínimo dois pontos a mais que o Vitória, da Bahia, nas rodadas restantes. O próximo compromisso do Inter no Brasileirão é no dia 17, contra a Ponte Preta, no Beira-Rio.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.