Casa do Flamengo, Maracanã completa um ano sem ver vitórias do time

Flamengo
Crédito da foto: Divulgação/ Gilvan de Souza/ Flamengo

O Flamengo passou praticamente toda temporada viajando pelo Brasil em busca de uma casa para seus jogos. Tudo porque o Maracanã, palco das maiores glórias do clube, ficou fechado para as Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio e só reabriu no fim de outubro. Desde então, a expectativa era que o Rubro-Negro tivesse uma força a mais para a reta final do Campeonato Brasileiro, em que briga pelo título. Na teoria, era assim, mas na prática…

LEIA TAMBÉM:
Projeção: vantagem do Palmeiras para o Flamengo tende a diminuir na próxima rodada
Flamengo vê estádio próprio como alternativa à Maracanã e dirigentes vão sobrevoar terrenos no Rio

Ainda na briga pelo título, Flamengo assegura vaga para a Libertadores de 2017
Guerrero revela estar com dores e fala da chance de jogar com Leandro Damião no Flamengo

Nas duas partidas que fez como mandante no Maracanã, o Flamengo somou apenas dois empates – 2 a 2 com o Corinthians, e 0 a 0 com o Botafogo. Nesta terça-feira, dia 8 de novembro, completa-se exatamente um ano sem vitórias do time rubro-negro em casa.

O último triunfo do Flamengo no estádio Mário Filho aconteceu contra o Goiás pela 34ª rodada do Brasileirão do ano passado. Naquele domingo, diante de pouco mais de 12 mil torcedores, a equipe comandada por Oswaldo de Oliveira goleou os goianos com dois tentos do atacante Kayke, hoje no futebol japonês, e do meia Alan Patrick.

Ainda neste Brasileirão, o Flamengo joga mais duas partidas no Maracanã – na 36ª rodada contra o Coritiba, no dia 20, e sete dias depois contra o Santos em um confronto de “seis pontos”, uma vez que, com o empate diante do Botafogo no fim de semana, o time de Zé Ricardo perdeu a segunda posição na tabela exatamente para o Peixe.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.