Para não repetir 2009, Cleiton Xavier avisa: “Tem jogo que não dá para jogar bonito”

Cleiton Xavier
César Greco / Palmeiras / Divulgação

O ano de 2009 foi traumático para o torcedor do Palmeiras que viu o time liderar o Brasileirão durante boa parte do campeonato, mas nas últimas rodadas perder fôlego, chegando a ficar fora até da Libertadores. Único remanescente daquela equipe, Cleiton Xavier contou nesta quarta-feira (9) como o Verdão deve se portar, para não deixar que o mesmo ocorra em 2016.

PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO

Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016

Conheça os finalistas do prêmio Torcedores.com de mídia esportiva 2016

“Tem jogo que não dá para jogar bonito, vamos ter de jogar na raça, na vontade, com a torcida, que foi muito importante. Fizemos aquilo que foi determinado, mesmo não jogando bem”, disse.

Cleiton Xavier lembrou de 2009, mas afirmou que este ano é diferente e que o time está focado que vem mantendo o nível. “Até naquele elenco sou o único remanescente. Já falei outras vezes, situação diferente. A nossa equipe, faltando dez rodadas, começou a decair. Hoje não, temos elenco que vem mantendo nível e concentração. Isso faz diferença”.

Faltando quatro rodadas para o fim da competição o Palmeiras lidera com 70 pontos, seis a mais que o Santos, segundo colocado. O Verdão ainda enfrenta Atlético-MG (fora), Botafogo (casa), Chapecoense (casa) e Vitória (fora) dependendo apenas de si para se confirmar como campeão.