Com uma simples frase, Renato desarmou as reclamações dos colorados

Sport x Grêmio
Crédito da imagem: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

Não demorou para que as redes sociais começassem a levantar suspeitas sobre a derrota do Grêmio para o Sport. Irreconhecível na Arena, o time gaúcho perdeu por 3×0 para o Leão pernambucano, que até o início da rodada era um dos rivais diretos do Inter na briga contra o rebaixamento. Afundado no Z4, o Inter viu o Sport abrir cinco pontos de diferença com o triunfo em Porto Alegre.

LEIA MAIS:

10 prints que mostram que Douglas é o jogador mais divertido do Twitter

Douglas se derrete pelo Grêmio e fala da relação com a torcida: “Inexplicável”

Após o jogo, Renato Gaúcho participou ao vivo do programa Bem, Amigos!, apresentado por Galvão Bueno, além da habitual coletiva de imprensa com os jornalistas que cobriram a partida. Em ambos os casos, foi perguntado sobre um eventual relaxamento para prejudicar o Inter. Ele negou veemente a situação e, com uma frase, exterminou qualquer tipo de suspeita.

“Quando ganhamos lá do Vitória, em Salvador, não teve tititi”.

Ocorre que o Vitória, no momento, é o principal adversário do Inter na briga contra o rebaixamento. Em 17°, o colorado está a um ponto atrás dos baianos. No jogo referido por Renato, o Grêmio foi até a Fonte Nova e mesmo com alguns desfalques venceu a partida por 1×0. Para Renato, se o objetivo gremista fosse prejudicar o rival, o resultado daquela partida teria sido outro.

“Olha, esses comentários são de pessoas que não entendem de futebol. Esse grupo tem muito crédito comigo. Esse “tititi” são de caras recalcados e nada disso vai entrar no meu grupo. Jamais vou entregar um jogo pelo que fiz como jogador ou no meu passado. Até porque vou lembrar para vocês que o Vitória está a um ponto na frente do Inter. E nós fomos lá em Salvador e ganhamos o jogo. Hoje o Sport fez uma bela partida e houve um relaxamento natural nosso”, acrescentou Renato.

Para Renato, o que possibilitou a surpreendente vitória do Sport foi um “relaxamento” dos jogadores do Grêmio. Ele lembrou que o resultado pode servir de alerta para que não se repita mais. O jogo representou a maior derrota do clube na história da Arena, inaugurada no final de 2012.

“Foi uma atuação atípica, um acidente de trabalho. Meu time não jogou. Não jogamos bem. Até criamos uma situação que outra, mas não jogamos bem como um todo. Por incrível que pareça, eu adorei o resultado. Falo isso porque conversei com meu grupo no vestiário após a partida e ligamos o sinal de alerta. Ele têm muito crédito comigo pelo que estão fazendo no dia a dia”, ampliou Renato.

Com o resultado negativo, o Grêmio perdeu a chance de crescer na tabela do Brasileirão e estacionou nos 49 pontos, no oitavo lugar. Antes de abrir a série decisiva da final da Copa do Brasil contra o Atlético-MG no dia 23, em Belo Horizonte, o time gaúcho faz mais dois jogos pelo Brasileirão: tem São Paulo, fora de casa e América-MG, em Porto Alegre.

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.