Como o Molejo explica a temporada de Schweinsteiger

Reprodução/Twitter oficial Bastian Schweinsteiger

Campeão mundial em 2014 e protagonista de vídeos irreverentes durante a última Copa do Mundo, Bastian Schweinsteiger tem uma relação amistosa com o Brasil. Durante a temporada 2016/2017, o meia alemão vem mostrando um lado inesperado dessa proximidade com o país: seu momento difícil parece ser explicado pelas letras do Molejo.

PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO

Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016

Conheça os finalistas do prêmio Torcedores.com de mídia esportiva 2016

Chamado de “Deus do Futebol” pela torcida do Bayern de Munique, Schweinsteiger não goza do mesmo prestígio com o técnico do Manchester United, José Mourinho. O português até o deixou de fora da lista de inscritos da Liga Europa. Apesar das dificuldades, o alemão vem lutando para buscar o seu espaço. Trabalhando e se esforçando, como na letra de “Voltei”.

Veja outras músicas do Molejo que se encaixam na temporada de Schweisteiger:

Brincadeira de criança

Em julho, o então capitão da seleção da Alemanha passava por um momento especial na vida pessoal. Naquele mês, o campeão mundial disse “é essa!”, e se casou com a tenista sérvia Ana Ivanovic.

A cerimônia realizada na cidade italiana de Veneza mostrou o lado romântico do craque, e compensou a tristeza pela eliminação na semifinal da Eurocopa, dias antes, diante da França.

Após o tumultuado término com Sarah Brandner, Schweinsteiger havia encontrado, enfim, uma companheira para aquela brincadeira de beijar.

O carioca

Conhecido por estar quase sempre com ar de bom moço, o jogador de 32 anos anunciou sua despedida da seleção alemã no fim de julho. Após 120 partidas e 24 gols pela equipe, o meia pediu para não ser mais convocado pelo técnico Joachim Löw.

O anúncio gerou uma série de homenagens por atletas que atuaram junto com Schweinsteiger, como Lukas Podolski, Holger Badstuber e Mario Götze.

As palavras carinhosas publicadas em suas respectivas redes sociais mostraram que Bastian é um cara que “ama seus companheiros, pois todos são seus irmãos”.

Cilada

Inocente. Apaixonado. Crente, crente, que viveria uma história de amor. Assim estava Schweinsteiger em agosto.

Mesmo “rebaixado” aos treinamentos com a equipe reserva do Manchester United, o alemão garantiu que iria lutar por seu espaço. Em suas redes sociais, postou uma nota dizendo que ficaria em Old Trafford e estava pronto para ajudar.

Já é novembro e o atleta segue assistindo o United das arquibancadas. Que cilada, desilusão.

Amor, estou sofrendo

A última partida oficial de Schweinsteiger foi o amistoso entre Alemanha e Finlândia. O confronto em Mönchengladbach marcou a sua despedida da seleção.

Antes do apito inicial, o capitão foi homenageado e foi às lágrimas.

A partir daquele momento, o alemão foi visto apenas em imagens publicadas nas suas redes sociais. Ele ficou fora até da foto oficial do time na temporada.

Seus posts não se pareciam com os de um jogador em atividade e com ainda dois anos de contrato para cumprir. Por exemplo, a publicação feita após um treino na academia de sua casa fez com que vários fãs se manisfestassem nos comentários. A maioria das mensagens trazia um tom de lamento pela situação do atleta, e revolta com o tratamento dispensado por Mourinho.

O mesmo tipo de reação visto em outras oportunidades. Foi o caso de sua imagem na arquibancada do estádio de Old Trafford no derby contra o Manchester City. Ou nos passeios do Fussballgott pela cidade inglesa.

É curioso que Schweinsteiger apareça sorrindo nas fotos, mesmo diante da situação melancólica. Uma atitude otimista, de quem acredita que “o vinho acabou, mas a taça ainda não quebrou”.

Voltei

Venho trabalhando, venho me esforçando”. E Mourinho reconheceu? Mais ou menos. O português promoveu o retorno do alemão aos treinos do elenco principal em 31 de outubro. Segundo o treinador, foi uma decisão “humana”, motivada, em parte, pelo profissionalismo demonstrado pelo atleta.

“Caso Schweinsteiger fique, vai se tornar mais uma opção. No momento, não temos tantos problemas no meio-campo como na defesa. Porém, se tivermos, ele será uma opção”, explicou ao “Sky Sports”.

A julgar pelo vídeo publicado na manhã desta quinta-feira, o alemão continua se empenhando em voltar a aparecer mais em campo dos que nas redes sociais. A imagem mostra o jogador chegando às instalações do clube às 7h29, com o dia ainda escuro. Com a luz surgida no fim do túnel, o otimista convicto Schweinsteiger ganhou mais motivos para exibir sua carinha de quem tá gostando demais.