Corinthians: o time mais valioso das Américas, segundo a Forbes

Time do Corinthians recordista em 2016

A informação foi dada pela revista americana “Forbes” em que coloca o timão na liderança, junto de times mexicanos e americanos que ocuparam a metade do grupo, além das demais equipes brasileiras, encabeçando a lista, dentre elas; Palmeiras e Grêmio, respectivamente nas 2ª e 3ª posição.

Com acontecimento da Copa no Brasil, um dos fatores relevantes na pesquisa foi a utilização das novas arenas, coincidentemente, Corinthians, Palmeiras e Grêmio contam com os seus novos estádios e um poderio relevante nas receitas dos clubes. Outro parâmetro utilizado pelos americanos foi o valor da marca, dos jogadores, cotas de transmissão, definidos como critérios fundamentais para os tais resultados.

De acordo com a revista americana: “os brasileiros foram beneficiados pela remodelação ou construção da maioria de seus estádios por conta da Copa do Mundo de 2014. No México, o desenvolvimento também passa pelos novos estádios e também pela capacidade de contratar jogadores: o Campeonato mexicano movimentou mais de US$ 60 milhões na última janela”.

A revista ainda define como primordial, a chegada de jogadores ‘tarimbados’ ao mercado americano, estrelas que chamaram atenção da mídia e patrocinadores. “Nos EUA, o destaque é para a venda dos direitos de TV para a Europa, além da infraestrutura e chegada de atletas com impacto global como Kaká, Lampard, Gerrard, Pirlo, Drogba, entre outros. O ranking foi elaborado após revisão das 16 ligas das Américas (mais de 150 times) de Brasil, Estados Unidos, México, Canadá, Argentina, Colômbia e Chile.” Enfatiza a revista, cujos números mostram um paradoxo interessante, mesmo não sendo colocado em ‘xeque’, dívidas com a receita e o governo Federal no pagamento de tributos, impostos, etc…

Além de Corinthians, Palmeiras e Grêmio, outros clubes também entraram no ranking, casos de: São Paulo (11º), Internacional (17º), Atlético PR(25º), Flamengo (27º), Santos (34º), “Cruzeiro (38º), Atlético MG (39º), Fluminense (43º), América MG (45º) e fechando a lista, Sport (50º).

Apesar da campanha ruim no campeonato brasileiro, o Corinthians aumentou suas receitas, se mantendo líder desde a edição de 2013. Para o portal do “Globoesporte.com”, mesmo com a evolução dos rivais, o timão se manteve, muito pela conquista do ano passado. A chegada do rival Palmeiras se mostra uma atenuante, desde a estreia de sua arena e a injeção de dinheiro efetivado pelo mandatário Paulo Nobre, que ajudou a elevar as receitas com contratações mais expressivas e consequentemente o custo da nova arena, a valorização da marca, etc…

Confiram a lista completa:

Los 50 equipos más valiosos de América