Destaque do Vitória, Marinho já recusou Fla e Santos por amor ao Palmeiras; veja

Palmeiras
Foto: Divulgacao/Vitoria
O líder Palmeiras venceu o Internacional neste domingo por 1 a 0 e se manteve na liderança do Brasileirão com seis pontos sobre o segundo colocado. Faltando agora apenas quatro rodadas para o término da competição, o Verdão fica cada vez mais próximo de concretizar o seu objetivo. Pensando também em 2017, a diretoria do clube paulista já tem alguns nomes encaminhados para reforçar a equipe no ano que vem.

LEIA MAIS:

REFORÇO DO PALMEIRAS MARCA GOLAÇO E “AJUDA” FUTURO CLUBE NO BRASILEIRÃO; ASSISTA

COFRE CHEIO! CAMPEÃO BRASILEIRO RECEBERÁ BOLADA EM PREMIAÇÃO; VEJA OS VALORES

MERCADO DA BOLA: MEIA FOI OFERECIDO? SAIBA TUDO SOBRE AS NEGOCIAÇÕES DO PALMEIRAS PARA 2017

Raphel Veiga, do Coritiba, e Keno, do Santa Cruz, ainda não foram oficializados, porém, já estão apalavrados com a cúpula alviverde. Outro que vem ganhando espaço na mídia com boas apresentações é o atacante do Vitória, Marinho. Apesar da posição incômoda da tabela de classificação, o jogador de 26 anos chamou a atenção pela sua habilidade e bom arremate de fora da área. Neste final de semana, ele marcou dois gols e deu uma assistência no triunfo dos baianos sobre o Atlético-PR.

Por ser um jogador que busca sempre o drible, ele é o mais caçado no campeonato. Ninguém sofreu tantas faltas no Brasileiro quanto Marinho, que já foi derrubado por 118 vezes, bem à frente do segundo colocado, Dudu, do Palmeiras (98 infrações).

O “Di Marinho”, carinhosamente chamado pela torcida do Vitória, concedeu uma entrevista para a Rede TV, em 2015, onde falou das dificuldades que passou na infância e sobre sua trajetória no futebol. E foi neste bate papo que ele revelou ter recusado uma proposta do Flamengo em virtude do seu amor pelo Palmeiras, seu time de coração. Ainda no início da carreira, quando vestia a camisa do Corinthians de Alagoas, um olheiro do Santos o levou para a o Peixe. No entanto, sua estadia na cidade praiana acabou sendo curta.

Eu fugi de lá (Santos), não quis ficar. Eu tinha recebido uma ligação de um pessoal que estava em Alagoas na Copa do Nordeste sub 20 e me viram jogar. E falaram que tinham o interesse de me levar para o Rio, e eu já não estava gostando tanto de Santos. E então eu fui para o Rio. Fiz um teste no Vasco e estava assistindo um jogo deles no juvenil e não gostei do time e disse que não queria ficar. Tive a oportunidade de ir para o Flamengo também e eu falei que meu pai e minha irmã são flamenguistas e eu não gosto. Eu sou palmeirense. Quando eu vi o Flamengo ganhar do Palmeiras quando era criança chorei bastante. No Fluminense eu gostei do time na base e aceitei o desafio de fazer o teste“, lembrou Marinho.

Questionado se havia de fato se arrependido de alguma escolha feita, Marinho bate o pé e afirma que “no futebol você precisa fazer escolhas”.

“Não. Nunca, jamais (arrependimento). No futebol você faz escolhas e muitas vezes não é possível pensar tanto. Até poderia ter ficado no Santos e ter dado tudo certo também”, disse Marinho.

Vale lembrar que quando a entrevista foi ao ar, Marinho era atleta do Ceará. Depois foi contratado pelo Cruzeiro onde acabou tendo poucas chances com o treinador português, Paulo Bento. Seu clube atual, o Vitória, entrou em acordo com os mineiros e adquiriu 50% dos seus direitos. A Raposa permanece com 30%. O restante pertence a um grupo de investidores. Sua multa é de € 5 milhões (aproximadamente R$ 17,6 milhões).

 

Clique aqui e assista a entrevista na íntegra feita pelo repórter Emerson Tchalian.

MAIS PALMEIRAS:

LUCAS LIMA DIZ QUE JOGARIA NO PALMEIRAS

PVC DEFENDE FUTEBOL DO PALMEIRAS E APONTA RODADA PARA CONFIRMAÇÃO DO TÍTULO

*Siga o autor em sua nova conta no TWITTER