Dirigente de futebol do Inter comenta derrota do Grêmio para o Sport

Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Internacional não interpretou, oficialmente, a derrota do Grêmio para o Sport como uma “entregada” do rival. Nesta segunda-feira, irreconhecível em campo, o tricolor gaúcho perdeu por 3×0 na Arena e acabou prejudicando o Inter, que viu o time pernambucano abrir cinco pontos de diferença e ganhar fôlego na luta contra a zona do rebaixamento.

LEIA MAIS:

Douglas se derrete pelo Grêmio e fala da relação com a torcida: “Inexplicável”

Renato explica como usa trabalho deixado por Roger a favor do Grêmio

Em entrevista ao Esporte Interativo, o diretor executivo de futebol do Inter, Newton Drummond, o Chumbinho, não considerou que o Grêmio facilitou o serviço do Sport e colocou que o tradicional rival colorado já não tem mais tanto interesse no Brasileirão.

“Na verdade, eu não considero que o Grêmio tenha entregado o jogo para o Sport, não. O Grêmio tem pela frente uma decisão de competição, que é a Copa do Brasil, acho que está focado nisso. Teve em algum momento no Brasileirão chance de brigar pelo título, perdeu fôlego e agora não disputa mais. Também tem dificuldades de chegar no G-6, então está jogando todas as suas fichas na Copa do Brasil”, disse Chumbinho.

O dirigente frisou a importância de o Inter fazer a sua parte e esquecer os outros adversários. No momento, o colorado é o 17° com 38 pontos e enfrenta Ponte Preta e Cruzeiro em casa, além de Corinthians e Fluminense fora antes de entrar em férias.

“Então, até pelo comentário do treinador ao final do jogo, o Grêmio não tem mais interesse no Brasileirão, pouco importa o Brasileirão, por estar focado na Copa do Brasil. Não vejo estratégia nenhuma para prejudicar o Inter, até porque quem precisa conseguir uma “subida” e escapar é apenas o Inter”.

Renato fala em “tititi”

Após o jogo, Renato Gaúcho, técnico gremista, fez questão de acabar com a polêmica e, ao vivo no programa Bem, Amigos!, do SporTV, garantiu que jamais vai entregar uma partida. Ele ainda relembrou que o Grêmio, sob o seu comando, venceu o Vitória em Salvador – os baianos são os principais concorrentes do Inter contra a queda.

“Olha, esses comentários são de pessoas que não entendem de futebol. Esse grupo tem muito crédito comigo. Esse “tititi” são de caras recalcados e nada disso vai entrar no meu grupo. Jamais vou entregar um jogo pelo que fiz como jogador ou no meu passado. Até porque vou lembrar para vocês que o Vitória está a um ponto na frente do Inter. E nós fomos lá em Salvador e ganhamos o jogo. Hoje o Sport fez uma bela partida e houve um relaxamento natural nosso”.

Com a vitória sobre os gaúchos, o Leão chegou aos 43 pontos e subiu para o 14° lugar, com cinco pontos de vantagem sobre o Inter, primeiro time do Z4. Mesmo com a derrota, Renato entendeu que “ela aconteceu na hora certa” e disse que “o sinalzinho foi ligado”.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.