Ex-Corinthians se diz magoado com narração “agora eu se consagro” de Milton Leite

SporTV
Crédito da Foto: Reprodução/SporTV

Bruno Octávio possui passagem marcada por títulos pelo Corinthians, mas também lembrada na memória de muitos fãs de futebol por um lance num clássico contra o Palmeiras. Após isolar uma tentativa de chute ao gol, Milton Leite, do SporTV, narrou que o jogador pensou “agora eu se consagro” no lance e a história virou meme nas redes sociais. Hoje, quase dez anos depois, o agora ex-jogador revela que ainda guarda mágoa do narrador.

LEIA MAIS
DESTAQUE DO BOTAFOGO DIZ QUE VÍCIO EM BEBIDA O FEZ DESPERDIÇAR CHANCE NO CORINTHIANS
EX-GOLEIRO DO CORINTHIANS PEDE IMPEACHMENT DE PRESIDENTE: “FORA ROBERTO”
VEJA COMO FOI O DESEMPENHO DOS QUATRO GRANDES DE SÃO PAULO NOS CLÁSSICOS EM 2016

Em 2007, ano do rebaixamento alvinegro, Bruno estava em campo no clássico contra o Palmeiras e aos 39 minutos do segundo tempo tentou um chute de longe para empatar o jogo. Ele matou uma bola no peito após bola rebatida pela defesa e, quase da intermediária, arriscou para o gol; o chute, porém, saiu torto e foi bem longe do gol, rendendo a seguinte narração de Milton:

“Ô Bruno Octávio! Que beleza o Bruno Octávio, hein? Ele nunca fez um gol, na vida, de fora da área. Aí num Palmeiras e Corinthians, aos 39min do segundo tempo, ele pensou: ‘agora eu se consagro’, e pegou de tornozelo na bola e a bola saiu aqui perto da bandeirinha de escanteio em mais um momento patético de Bruno Octávio”, disse o narrador na transmissão.

Em entrevista ao UOL Esporte, quase dez anos após o clássico, Bruno classificou a narração de Milton como “desnecessária”

“Eu me lembro disso, são coisas que fazemos e acabam marcando, infelizmente. Mas simplesmente eu achei desnecessário, parece que ele levou para o lado de torcedor dele, não de profissional. Ele também depois deu declaração que de jeito nenhum quis criticar, mas eu achei um comentário desnecessário, ponto, nada mais, não. Você vê um Corinthians e Palmeiras, ele deixou escapar a emoção. É que é engraçado… Ninguém elogia, é mais fácil, na crítica, fazer uma polemica toda do que um elogio. Eu estava ali, meti no peito e chutei, e infelizmente a bola saiu do Morumbi. Se vai no gol também tem outro fim né”, recorda.

Assista ao lance seguida da narração:



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.