Jair tenta acertar ataque do Botafogo na reta final do Brasileirão

Botafogo
Crédito da foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

O Botafogo voltou aos treinos nesta terça-feira (8) para iniciar os trabalhos visando o jogo diante da Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro. E para a longa semana que terá para ajeitar o time, o técnico Jair Ventura terá de resolver um problema que vem afetando o time nas últimas rodadas: o ataque.

LEIA MAIS

INTER DE MILÃO JÁ TEM UM NOVO TÉCNICO PARA O RESTO DE TEMPORADA

OZIL RELEMBRA 7 A 1 CONTRA O BRASIL: ‘PENSEI: ‘O QUE ESTÁ ACONTECENDO?’

CONCORRÊNCIA PARA LUIS RICARDO? ALEMÃO NEGOCIA PERMANÊNCIA PARA 2017

O time não marca há dois jogos, ambos empates sem gol contra Coritiba e Flamengo. Segundo números do Globoesporte.com, o Fogão tem uma média de gols de 1,2  por partida, número que é semelhante ao de toda a temporada do clube.

O Glorioso também detém uma marca incômoda: de todos os times do G6 do Brasileirão, é o de segundo pior ataque, tendo marcado na competição 41 gols em 34 partidas e apenas vencendo neste quesito o Atlético-PR (que tem 35). Isso apesar de ter um dos principais goleadores da competição, Sassá, com 11 gols marcados.

Na temporada, o Fogão marcou 74 gols nas 61 partidas que fez até o momento. Para enfrentar a Chape, o Botafogo não terá Sassá, suspenso da partida por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Com isso, Rodrigo Pimpão e Neílton serão os responsáveis por tentar quebrar o pequeno jejum de gols botafoguense.

(Crédito da foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)