Lance em Seahawks x Bills gera polêmica na NFL. Entenda!

Reprodução/Youtube

O Monday Night Football que fechou mais uma semana de jogos da NFL envolveu os times do Seattle Seahawks e Buffalo Bills, com vitória dos Hawks pelo placar de  31 a 25. Mas a partida teve seus momentos de polêmica, principalmente nos segundos antes do intervalo.

LEIA MAIS

ATUALMENTE NO VILA NOVA, GUILHERME FECHA COM O LINENSE PARA O PAULISTÃO 2017

JOGADOR MATA ÁRBITRO APÓS SER EXPULSO NO MÉXICO

No final do segundo período, os Bills tinham um field goal para bater, mas na hora do chute, o cornerback do Seahawks Richard Sherman, acabou saindo antes do snap (o que causaria um offside e perda de jardas) e acabou atingindo o kicker Dan Carpenter na hora do chute.

A arbitragem acabou assinalando apenas o offside, mas a polêmica começou pela serveridade do tackle de Sherman em cima de Carpenter, o que na visão do time de Buffalo configuraria falta por ‘força desnecessária’ (unnecessary roughness) e o fato de que, caso esta falta fosse marcada, o chute teria de ser refeito segundo as regras da NFL.

Como apenas a saída antes da hora do CB foi dada, o kicker dos Bills teve de deixar o campo e forçar o QB Tyrod Taylor a forçar a interrupção do relógio através de um spike (quando o QB sacrifica uma jogada para conservar tempo) antes de um novo chute, que acabou indo para fora. Após o jogo, a mulher do jogador do time de Buffalo, Kaela Carpenter mostrou sua revolta no Twitter e até mesmo chegou a pedir a ‘castração’ do adversário;

“Isso é o que a gente faz na fazenda quando um macho perde o controle da raiva”, escreveu Kaela, com hashtags com mensagens ‘Sorte que não estava lá’ e ‘ Aja como um animal e seja tratado feito um’.

Sherman rapidamente respondeu ‘agradecendo no Twitter’ a provocação da mulher de Carpenter, afirmando que estava lá apenas para tentar o bloqueio do chute e não para atingir o rival.

E, para aumentar a polêmica, o vice-presidente sênior da arbitragem da NFL, Dean Blandino, declarou que os árbitros erraram na hora do lance e deveriam ter apitado a jogada em que Sherman atinge Carpenter an tentativa do bloqueio.

“Dever ter sido uma jogada de força desncessária. O árbitro não achou que a jogada fosse tão dura no momento, viu que os jogadores estavam correndo mas não viu a falta. E ela aconteceu”, afirmou Blandino segundo o site oficial da liga.

(Crédito da foto: Reprodução/Youtube)