Opinião: 5 opções “boas e baratas” para o Santos em 2017

Gustavo Ribeiro/Atlético-PR

Não é segredo pra ninguém que o Santos não dispõe de muito dinheiro para gastar com reforços, e pensando nisso, listamos 5 boas opções que se encaixam na realidade do Peixe.

Lembrando que um fator que pesa é a vaga (muito provavelmente direta) para a Libertadores 2017, e todas essas opções foram baseadas em custo benefício, com dados do transfermarkt para colaborar.

Veja:

Pablo (Atlético-PR)

Aos 24 anos, Pablo é destaque do Furacão no Brasileirão e artilheiro da equipe com 9 gols. O momento é excelente e seu valor de mercado é baixo (750 mil euros). O Peixe não pode reclamar deste valor. É uma posição em falta no mercado, dado que o jogador apesar de ser um camisa 9, conta com habilidade para jogar longe da área.

Felipe Garcia (Brasil de Pelotas)

Vice-artilheiro da Série B, este meia-atacante não é um clássico armador, e sim um jogador de chegada ao ataque. São 13 gols na divisão de acesso e o melhor momento da carreira. Seu valor é de 700 mil euros.

Joel Carli (Botafogo)

Eis o grande responsável pelo equilíbrio defensivo do Botafogo no Brasileirão. Foi muito bem no Carioca também, e aos 30 anos, o argentino poderia ser de grande ajuda em torneios como a Libertadores em um jovem elenco. Seu valor é de 750 mil euros.

Matheusinho (América-MG)

Ótima opção para o futuro, Matheusinho é uma jovem revelação do Coelho, e, aos 18 anos, vem sendo utilizado no melhor momento da equipe praticamente rebaixada, mas que vem incomodando e somando pontos na reta final.

Seu valor, é de apenas 100 mil euros, e vale ressaltar, que o atleta tem o perfil do Santos: jovem, ofensivo, dinâmico e com boa técnica.

Thiago Galhardo (Ponte Preta)

O camisa 10 mais “bom e barato” do Brasileirão. Aos 27 anos, tem seu valor em apenas 750 mil. Seu estilo é de armação de jogadas e chegada ao ataque. Ótima opção para o lugar de Lucas Lima.