Opinião: Estamos na Libertadores!

Em 2015 o Santos priorizou a Copa do Brasil, foi derrotado na final pelo Palmeiras e acabou fora da Libertadores. Em 2016 tudo foi diferente. O Peixe chega a 35º rodada classificado para o torneio continental e luta por uma vaga direta na competição, para não jogar a fase conhecida como “pré-libertadores”.

Alguns fatores contribuíram para isso. A eliminação na Copa do Brasil foi trágica, mas focou a equipe em uma meta no Brasileirão. Poderia acontecer algo como o que enfrenta o Atlético/MG e pelo qual o Peixe passou no ano passado, a necessidade de priorizar apenas um campeonato em detrimento a outro.

Mesmo com a constante perca de jogadores – Gabriel deixou o país, Lucas Lima foi convocado inúmeras vezes, as lesões de Vitor Bueno e Ricardo Oliveira – e um banco de reservas sem muitas opções, Dorival Junior conseguiu dirigir o time à Libertadores. Tudo bem que agora temos seis vagas para a competição, mas a diferença para o quinto colocado é de nove pontos.

O Peixe já atinge seu melhor desempenho no Campeonato Brasileiro na década e ainda pode sonhar com o título.