Alexandre Praetzel: “Conquistei credibilidade porque acertei muito mais do que errei”

Créditos da Foto: Divulgação/ Twitter oficial de Alexandre Praetzel

Ser respeitado no meio esportivo exige tempo, influência e muito trabalho duro. O cálculo assusta, mas a matemática é exata. E Alexandre Praetzel é a prova disso. Jornalista esportivo há mais de 20 anos, hoje pode ser considerado um dos mais apreciados na área, principalmente pelas notícias de bastidores dos clubes brasileiros.

PRÊMIO TORCEDORES.COM DE JORNALISMO COLABORATIVO:
Prêmio Torcedores.com terá sua 2ª edição em 2016 
Conheça os finalistas do prêmio Torcedores.com de mídia esportiva 2016

Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC – RS) em 1992, Praetzel sempre foi apaixonado pelos esportes. E a chance de ingressar na área veio em 93, como estagiário na Rádio Gaúcha, onde permaneceu por oito anos e deu seus o ‘pontapé inicial’ em seu carreira.

Já em 2001, transferiu-se para a Rádio Bandeirantes, de Porto Alegre. Na emissora, apresentou o Band Esporte Show em 2002 e a Copa do Mundo e o Mundial de Clubes de 2006. Mas, pouco tempo depois, migrou para Rádio Bandeirantes de São Paulo, onde mora atualmente.

O jornalista tem no currículo, além de três Copas do Mundo, duas Olimpíadas, um Mundial de Clubes da FIFA e uma Copa América. Transmitiu mais de mil jogos de futebol ao longo de sua carreira e, em 2013 e 2014, foi escolhido o melhor Repórter de Rádio de São Paulo pela Aceesp.

Atualmente, o gaúcho participa dos programas ‘Baita Amigos’ e ‘Os Donos da Bola’, ambos do Grupo Bandeirantes de Comunicação, e é blogueiro do UOL Esportes. Além disso, é mentor de alguns cursos de jornalismo esportivo e até mesmo de uma pós graduação na área, na Instituto de Pós-Graduação (IPOG).

Em entrevista exclusiva ao Torcedores.com, Alexandre Praetzel falou, através de uma rede social, sobre o início de sua carreira, bastidores do futebol, os ‘Donos da Bola’, cursos de jornalismo esportivo e muito mais.

Confira, a seguir, o bate-papo com o comentarista:

Torcedores.com: Para os que ainda não o conhecem, quem é Alexandre Praetzel?
Alexandre Praetzel: Sou um cara obcecado pela verdade e honestidade. Odeio injustiças e já fui acometido por elas, infelizmente, na minha profissão. Sou totalmente comprometido com meu trabalho e com quem me contrata e me apoia. Me defino como alguém que ainda busca algo mais, todos dias.

Torcedores.com: Quais seus espelhos no jornalismo esportivo? E quem você já revelou para a imprensa?
Alexandre Praetzel: Acho que tu podes ter referências na profissão, mas o fundamental é teres um estilo próprio de trabalho e se destacar por isso. Quando comecei, imaginava estar ao lado de algumas pessoas e depois estive. Em alguns casos, as decepções foram maiores. Então, o importante é seres verdadeiro e respeitas no que fazes. Revelei muita gente no Rio Grande do Sul e em São Paulo, e tenho orgulho disso. Acredito que um profissional sempre deva passar algo importante para quem está começando. 

Torcedores.com: O que seus familiares disseram, quando disse que seria jornalista? E em que momento viu que tinha jeito pra coisa
Alexandre Praetzel: Meus pais sempre me apoiaram. A profissão é difícil e injusta, muitas vezes. A competência nem sempre é considerada importante e isso desanima. Sempre quis ser jornalista esportivo, desde criança, me imaginando em campo, nos estádios, redações e transmissões.

Torcedores.com: Você faz parte do elenco do ‘Os Donos da Bola’. O quanto você aprende trabalhando ao lado de nomes como Neto, Velloso, Fernando Fernandes e companhia?
Alexandre Praetzel: O Neto me convidou há três anos para eu participar do programa e deu certo. Hoje sou fixo duas vezes por semana. É um ótimo espaço, onde eu pude expressar sempre minhas opiniões, ideias e informações. Aprendo toda a hora com eles e é uma satisfação fazer parte do programa.

Torcedores.com: Você ficou conhecido pelas notícias quentes. Qual o segredo para sempre estar por dentro das notícias dos bastidores do futebol?
Alexandre Praetzel: Sou muito cobrado por informações e, graças a Deus, conquistei credibilidade porque acertei muito mais do que errei. É preciso respeitar e preservar tuas fontes e entrevistados. Sendo sério e profissional, as informações acabam chegando a você de uma forma natural. O importante é a informação checada e contextualizada. Se for possível ser o primeiro a noticiar, melhor ainda, mas sem desespero.

Torcedores.com: Você começou no rádio, mas também já fez online e TV. Ou seja, e multimida. Mas, qual a midia que mais te agrada? O rádio?
Alexandre Praetzel: Gosto muito do Rádio, mas os gestores não me procuraram mais depois da minha demissão da Rádio Bandeirantes. Não entendo o por que. Só nunca narrei. No mais, fiz todas as outras funções. Agora, me sinto com totais condições de trabalhar como comentarista, repórter e apresentador de TV ou com textos e informações. Estou muito feliz com a repercussão do meu blog no UOL com informações, entrevistas e opiniões.

Torcedores.com: Qual a notícia ‘quente’ que mais lhe marcou? Seja pela repercussão, polêmica ou pela sensação de um trabalho bem feito.
Alexandre Praetzel: Em 2012, uma fonte minha do Palmeiras me ligou às 14h e disse: “Tirone demitiu Felipão”. Ele estará no site do clube às 16h. Entrei no ar na Rádio Bandeirantes e informei. Fui desmentido por várias pessoas de outros veículos, que diziam que nem reunião havia, aguardando o início do treino. O tempo foi passando e nenhuma confirmação. Minha fonte me tranquilizou, dizendo que estava tudo certo. Ás 17h50, a notícia estourou no site. Fui cumprimentado por muita gente. Fica a lição para muitos. Não sejam críticos da crítica ou desmentidores de notícias. Busquem a informação correta.

Torcedores.com: Você está por trás de alguns cursos e até especializações de jornalismo esportivo. Qual o retorno, o feedback, que estes cursos te dão?
Alexandre Praetzel: Já fazia cursos em Porto Alegre. Trouxe a ideia para São Paulo, mas as faculdades não abriram as portas. Fui fazer sozinho e em algumas parcerias com Milton Neves, por exemplo. Foram um sucesso. Continuo com os projetos e já tive mais de 90% de satisfação dos participantes. Esses cursos equivalem a três anos de faculdade. Garanto conteúdo e qualidade.

Torcedores.com: O que o esporte representa na sua vida?
Alexandre Praetzel: O esporte é maravilhoso! Envolve milhões de pessoas e faz parte da minha vida diária. Me especializei em jornalismo esportivo pela adoração ao esporte. Praticar ou cobrir qualquer modalidade me deixa plenamente satisfeito. Sou um verdadeiro apaixonado pelo esporte.

Torcedores.com: Por fim, quais os conselhos que você daria aos que querem ingressar na área esportiva?
Alexandre Praetzel: Olha, a profissão passa por um momento difícil, mas ainda entendo que é uma profissão muito bonita. Acho que é preciso ter muita cultura geral, aprimoramento do conteúdo diário, busca pela informação correta, sem atropelos, respeito aos mais experientes, humildade e honestidade, atento às formas de comunicação e adotar um estilo próprio. Eu me basearia nisso, mas não sou dono da verdade.

 Torcedores.com: Obrigado pela entrevista, Praetzel. O Torcedores.com agradece a atenção e o bate-papo de qualidade.
Alexandre Praetzel: Muito obrigado pelo convite.



Apaixonado por esportes, Gabriel Lanza cursa Jornalismo na Unoeste (Universidade do Oeste Paulista). Aos 21 anos, soma passagens por veículos como 98 FM, Web Rádio Facopp, Portal Facopp, Coordenadoria Municipal da Juventude e PCI Concursos. Após o termino de sua Graduação, no fim de 2017, o prudentino dará início a sua Pós-Graduação.