Reinaldo ou Dener? São Paulo vive dilema para acertar a lateral-esquerda para 2017

Crédito das Fotos: Divulgação de Ponte Preta e Chapecoense

Prestes a o lateral-esquerdo Mena, que tem contrato de empréstimo vencendo em dezembro, o São Paulo estuda quem será o responsável pela função em 2017 e dois nomes surgem como fortes candidatos: Reinaldo, que está emprestado a Ponte Preta, ou Dener, destaque da Chapecoense no Brasileirão.

LEIA MAIS
EX-SÃO PAULO, LATERAL CICINHO REVELA EM QUAL TIME QUER ENCERRAR SUA CARREIRA
BRASILEIRÃO: VEJA AS CHANCES DE QUEDA DO SÃO PAULO APÓS O MASSACRE SOBRE O CORINTHIANS
MARCO AURÉLIO CUNHA ADMITE NEGOCIAÇÃO DO SÃO PAULO PARA TER WELLINGTON NEM; VEJA

Sem poder investir na aquisição de Mena, a ideia do São Paulo era tentar acertar com o Cruzeiro, dono dos direitos econômicos do atleta, alguma troca de jogadores, mas os mineiros fazem jogo duro e pedem R$ 5 milhões para liberar o lateral.

“Gostaria que o Mena ficasse, desde que a gente consiga uma conversa financeira justa. Sem investimento de grande porte. Pagando o que ele merece, mas sem intermediação ou valores de direitos econômicos”, explicou Marco Aurélio Cunha, o diretor executivo do São Paulo, em entrevista ao UOL Esporte.

Dentro desse cenário, surgem as opções do retorno de Reinaldo ou a aquisição de Dener, da Chapecoense. O lateral-esquerdo da Macaca está emprestado pelo São Paulo até o termino do Brasileirão. Contratado em 2013, o jogador não emplacou, sofreu criticado pela torcida e foi cedido ao clube campineiro. O bom futebol apresentado no brasileirão pode cravar a volta.

Já Dener, destaque da Chapecoense no nacional e na Sul-Americana, é um nome estudado pela direção são-paulina. O bom relacionamento entre os clubes pode facilitar o acerto. O lateral-direito Caramelo, que é do Tricolor e está emprestado a equipe catarinense até o final do Brasileiro, pode ser usado numa possível troca.

“Ele é um dos que estão sendo observados. Tem uma lista. É um jogador possível, viável. Tem o Caramelo, também, nesta conta. Temos de analisar isso”, disse Cunha.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.