Santa Crefisa: como patrocinadora vai agir para trazer Lucas Pratto ao Palmeiras

Palmeiras
Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

Como antecipado pelo Torcedores.com, Lucas Pratto é a bola da vez no Palmeiras como provável substituto de Gabriel Jesus para a disputa da Libertadores de 2017. O atacante da seleção da Argentina briga pela titularidade no Galo com Fred e, dessa forma, chegaria à Academia de Futebol como o principal nome para a posição, fruto de um “presente” da Crefisa, principal patrocinador do clube.

ESPECIAL:
Prêmio Torcedores.com terá sua segunda edição em 2016 – e COM NOVIDADES!
Conheça os finalistas do Prêmio Torcedores.com de Mídia Esportiva 2016

Palmeiras e Crefisa certamente vão estender seu contrato para 2017 e deverão se envolver mais forte no mercado da bola, assim como aconteceu no ano passado quando a empresa trouxe Lucas Barrios. Aliás, o paraguaio, em baixa no elenco de Cuca, deverá ser utilizado como “moeda de troca”, assim como antecipado por nossa reportagem e confirmado pelo UOL Esporte.

SITUAÇÃO

A princípio, o Palmeiras sondou o colombiano Miguel Borja, destaque do Atlético Nacional, atual campeão da Libertadores, só que o valor da multa rescisória – US$ 20 milhões (mais de R$ 60 milhões) – assustou a diretoria. Por isso Pratto surgiu como uma excelente alternativa.

Apesar do preço de 10 milhões de euros (R$ 35 milhões) pedido pelo Atlético-MG para negociar o jogador, a parceria entre Palmeiras e Crefisa tem planos para se esforçar de maneira a viabilizar a transferência, assim como informou o jornalista Bruno Andrade, do blog Ora Bolas, hospedado no site Goal.com.

DE QUE MANEIRA?

A estabilidade financeira adquirida na gestão de Paulo Nobre, as seguintes receitas milionárias de bilheteria – que aumentaram em 2016, principalmente com a aproximação do título brasileiro –, o montante mensal conseguido pelas assinaturas dos sócios-torcedores Avanti e o novo patrocínio com o grupo Crefisa/FAM surgem como fatores básicos para viabilizar mais os investimentos no mercado.

LEIA TAMBÉM:
Mercado da bola: 10 reforços que o Palmeiras PODERIA trazer caso seja campeão brasileiro

Em 2016, para se ter noção, a Crefisa se comprometeu a pagar R$ 66 milhões de patrocínio ao Verdão, a maior quantia dada por um parceiro a uma agremiação na história do futebol brasileiro. Com a equipe novamente na briga pela Libertadores e o risco de perder jogadores para o mercado internacional, a patrocinadora deve aumentar essa bagatela.

Vale lembrar que a Crefisa desembolsou R$ 40 milhões em 2015 para que o Palmeiras trouxesse Lucas Barrios, isso sem falar nos salários e luvas do jogador que chegam a quase R$ 1 milhão ao mês. O paraguaio, todavia, mais se machucou do que deu retorno à empresa e ao clube. Por isso uma possível saída do centroavante seria possível para a chegada do “Urso” Pratto.



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.