São Caetano tende a evoluir ofensivamente durante a parte final dos jogos

Foto: Adriano Stofaleti

Para conseguir a sonhada classificação à final da Copa Paulista, o São Caetano conta com um importante aliado ao seu lado. Este é o fôlego extra que o time possui no final das partidas, que proporcionou para a equipe importantes resultados nos últimos anos.

LEIA MAIS:
Goleiro do São Caetano aposta no entrosamento da equipe para passar de fase
São Caetano aposta em ex jogador da Ferroviária para garantir a vaga na final da Copa Paulista

Somando o desempenho ofensivo nos estaduais (2014/2015) ao do Brasileiro Série D da temporada passada, o grupo São Caetano marcou mais gols a partir dos 35 minutos finais. Na opinião do preparador físico, Dejair Ferreira, o planejamento elaborado pela comissão técnica é a principal razão para que os grupos dirigidos por Luiz Carlos Martins, durante as competições destacadas acima, possam obter estes números perto do término das partidas.

“É um trabalho de conjunto. Como nos conhecemos há muito tempo sabemos dosar os momentos que o preparador físico precisa trabalhar, com outros que o técnico precisa se colocar à frente das atividades. Além disso, aqui no São Caetano, contamos com o auxílio de toda uma comissão formada por preparadores, fisiologista, fisioterapeutas e médicos. A gente trabalha em conjunto para que o melhor possa acontecer”, explicou preparador.

São 11 gols anotados, apenas no período citado, de 59 marcados pelo time do ABC nesses campeonatos. Já na Copa Paulista o desempenho do São Caetano no segundo tempo dos jogos é ainda melhor, quando fez 17 dos seus 29 gols.