São Paulo teme investida da Europa por Cueva, mas se sente protegido por multa alta

Rubens Chiri - São Paulo FC

Christian Cueva cresceu de produção na reta final do São Paulo no Brasileirão, ajudou a tirar o time da zona de rebaixamento e já tem despertado o interesse do mercado europeu. De acordo com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, em entrevista ao Lance, a tendência é o jogador receba alguma sondagem no final da temporada.

LEIA MAIS
EX-SÃO PAULO, LATERAL CICINHO REVELA EM QUAL TIME QUER ENCERRAR SUA CARREIRA
ENTENDA POR QUE MARLOS FEZ O SÃO PAULO TRAZER WELLINGTON NEM DE GRAÇA
TORCIDA DO SÃO PAULO VAI À LOUCURA COM ANUNCIO DE WELLINGTON NEM: “JOGA MUITO”

— Ninguém ainda me procurou, mas a gente sabe que pela movimentação do mercado, isso fatalmente acontecerá. Mas não é um jogador do qual eu queira me desfazer. Ele ficará com a gente – afirmou o mandatário tricolor.

Para continuar curtindo o sucesso do peruano no Brasil, a diretoria do Tricolor se apega ao valor da multa rescisória. Sem revelar o número exato, a publicação estima que o valor de Cueva gira em torno dos 30 milhões de euros (cerca de R$ 110 milhões).

Artilheiro do time no Brasileirão com sete gols, o peruano é visto pela diretoria e o técnico Ricardo Gomes como peça essencial para ter um time brigando por títulos em 2017.

O São Paulo adquiriu 100% de seus direitos econômicos de Cueva em junho por 2,5 milhões de dólares (cerca de R$ 8,8 milhões) e assinou contrato válido até dezembro de 2020.



Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.