Série B: Bahia vence no final, ultrapassa o Vasco e assume a segunda posição

Foto: Divulgação/ECBahia

Na noite desta terça-feira, o Bahia entrou em campo em jogo válido pela 35ª rodada da Série B. Precisando vencer para seguir no G-4, o Tricolor sofreu na Fonte Nova, mas conseguiu um fundamental triunfo por 1×0.

LEIA MAIS:
Pelé no Sport? Quase! Veja essa e outras curiosidades sobre o futebol nordestino
Conheça o Llanfairpwllgwyngyll F.C., o clube de futebol com o nome mais longo do mundo
CONFIRA COMO FICARAM OS GRUPOS DA COPA DO NORDESTE 2017
Mercado da bola: Quem chega? Veja um resumo das negociações do Palmeiras para 2017
Mercado da bola: Time dos Estados Unidos quer tirar Ibrahimovic do Manchester United

Com o triunfo diante do lanterna do campeonato, o Esquadrão segue firme no G-4, agora ocupando a segunda colocação da Série B, ultrapassando Vasco e Avaí, que tropeçaram na rodada.

O JOGO

Após vencer fora de casa, a torcida tricolor lotou as arquibancadas da Fonte Nova. Com apoio da nação, o Esquadrão entrou em campo bucando dominar a partida. Teve maior posse de bola na primeira etapa, mas falhou na criação de jogadas e poucos lances de perigo foram vistos nos 45 minutos iniciais.

Melhor mandante do campeonato e buscando mais um triunfo, o Bahia foi quem teve as primeiras chances de gol, em duas cabeçadas, aos três e dez minutos, com Victor Rangel e Tiago, mas ambas sem levar perigo ao goleiro adversário.

Aos 14 minutos, o Sampaio arriscou sua primeira finalização perigosa, mas Muriel fez apenas um golpe de vista. Em resposta, o Tricolor cabeceou mais uma vez, desta vez com Jackson, após escanteio.

Passados os primeiros minutos, o jogo passou a ficar equilibrado no meio-campo, o que dificultava a criação de jogadas ofensivas. Pelos lados do campo, o Bahia também não encontrava espaços. E foi só no final do primeiro tempo que novas oportunidades foram criadas.

Nos acréscimos, Juninho acertou seu primeiro bom chute no jogo, de longa distância, obrigando o goleiro a espalmar para a linha de fundo. No escanteio, Tiago cabeceou por cima do travessão. No último lance, Victor Rangel ainda teve a melhor oportunidade de abrir o placar, mas, na grande área, chutou torto.

SEGUNDO TEMPO

Já no segundo tempo, os erros de passes e as mesmas dificuldades eram vistas no time de Guto Ferreira. Para mudar o panorama, o treinador optou pela entrada de Allano na vaga de Renato Cajá. Com pouco tempo em campo, o atacante já buscava a bola para tentar armar jogadas em velocidade.

A partir da metade da etapa final, o Esquadrão passou a pressionar o adversário. Hernane, aos 27 minutos, perdeu uma grande chance de abrir o placar, cabeceando por cima do travessão após cruzamento de Edigar Junio. Por outro lado, o Sampaio não se dava por vencido, e chegou perto de marcar aos 29 minutos.

Aos 36 minutos, mais um lance levou perigo à defesa maranhense. Misael driblou a marcação no lado esquerdo do ataque e cruzou baixo, mas ninguém conseguiu concluir a gol.

GOL MILAGROSO DO BROCADOR

Nos minutos finais da partida, o Bahia tentava pressionar o adversário, buscando ataques desesperados e conseguiu furar a defesa adversária apenas aos 47 minutos. Após sete jogos sem marcar, Hernane aproveitou bola que sobrou na grande área e finalizou, com a categoria e frieza de um goleador nato, marcando o gol que mantém o Esquadrão firme dentro do G-4.



Baiano, 22 anos, jornalista em formação pela Universidade Jorge Amado (UniJorge). Apaixonado por esportes em geral, de preferência basquete, tênis e futebol, este último com maior fervor. Contato: victorw10@outlook.com