Tite tático: Posicionamentos testados antes do jogo contra a Argentina

CBF Oficial

Tite testa três importantes situações de jogo em treinos antes do superclássico contra a Argentina.

Diferentemente de outros técnicos que preferem esconder as escalações e as táticas nos treinamentos, quando disponibilizados para acompanhamento de imprensa, Tite opta pelo caminho inverso. Durante a terça-feira de treinamentos da seleção brasileira, realizada em Belo Horizonte, cidade que receberá o superclássico nesta quinta-feira (10) no Mineirão, o técnico que colabora com o pré-jogo de analistas esportivos disponibilizou a escalação e testou três disposições táticas, que variavam de acordo com as situações de jogo propostas.

Situação 1: Saída de jogo

SAÍDA DE BOLA

Um dos posicionamentos testados por Tite durante os treinamentos foi na saída de jogo da seleção brasileira, que terá como titular o goleiro Alisson. Como na maioria das partidas anteriores (as exceções foram na altitude de Equador e no jogo chuvoso na Bolívia), Tite evitou-se o chutão, e sim a saída de jogo com bola ao chão, com os zagueiros Miranda ou Marquinhos. Em outras oportunidades, os volantes Marcelo e Daniel Alves também se apresentaram para a reposição de bola.

Situação 2: Armação defensiva

DISPOSIÇÃO DEFENSIVA

Tite também armou táticas defensivas durante os treinamentos de terça-feira (8), onde o técnico apresentou a disposição dos jogadores em campo no momento em que a Argentina estiver no ataque. O atacante Gabriel Jesus não participa na ação defensiva, sendo recuado para a área dos zagueiros. Neymar passa a ser o atacante adiantado, ficando bem posicionado para eventuais contra-ataques. Além disso, haverá uma linha fixa de 4 jogadores atrás de Neymar, com Fernandinho e P.Coutinho nas duas pontas, e a dupla de meias Paulinho/Renato Augusto no meio campo.

Situação 3: Compactação da equipe

DISPOSIÇÃO DEFENSIVA

O técnico da seleção brasileira Tite também propôs um time compacto, em que os jogadores, de maneira padrão, fiquem perto uns dos outros para facilitar a troca de passes no ataque e a marcação durante as ações defensivas. Todas as situações relatadas foram testadas pelo técnico da se2leção durante os treinos da seleção na última terça-feira (8), em Belo Horizonte. A seleção da Argentina, de Edgardo Bauza, jogará com a formação 4-4-2.


  • Informações de treino coletadas da Folha de São Paulo
    Esquemas táticos gerados pelo TacticalPad.


Vocação jornalística e esportiva desde a infância. Colaborador desde 2015 com matérias/artigos, principalmente nas coberturas do automobilismo, futebol americano e esportes eletrônicos.