Veja o que falta para o Grêmio selar a permanência de Renato Gaúcho

Grêmio
Crédito da imagem: LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

Reeleito com mais de 85% dos votos no último sábado, Romildo Bolzan pretende manter Renato Gaúcho e a comissão técnica para a temporada de 2017. Satisfeito com a retomada do clube na competição, Bolzan vê em Renato o homem certo para seguir tocando o projeto do clube. Com a volta do ex-jogador e ídolo à casamata, o Grêmio reencontrou o caminho das vitórias e está em uma final de Copa do Brasil, podendo dar fim ao incômodo jejum de títulos.

Embora o Grêmio deixe a negociação oficial de renovação com o atual técnico somente para após a Copa do Brasil, internamente já se sabe que só falta um “sim” de Renato para o acerto ocorrer. O vice-presidente de futebol Adalberto Preis e o coordenador-técnico Valdir Espinosa, homem de inteira confiança de Portaluppi, também permanecerão integrando o clube na próxima temporada.

Logo após a classificação sobre o Cruzeiro na Copa do Brasil, ocorrida no dia 3 de novembro, o técnico Renato Gaúcho despistou ao ser perguntado sobre o tema na coletiva de imprensa. Ele garantiu que o seu foco, naquele momento, seguiria sendo a reta final do Brasileirão e a decisão da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, que se inicia no próximo dia 23, no Independência, em Minas Gerais.

“Não fui procurado e nem quero conversar, não é hora. Nosso pensamento, do presidente, da diretoria, é se dedicar totalmente a Copa do Brasil e ao Brasileiro. Temos uma eleição pela frente, não vamos desviar nosso foco, que é a Copa do Brasil. A coisa mais importante para o clube hoje é o título. Minha permanência ou não, ainda não discutimos isso”, disse Renato na ocasião.

Renato tem se tornado unanimidade no Grêmio não apenas pelos resultados em campo, mas também pela postura corajosa em aceitar comandar o clube faltando apenas três meses para o fim do ano e com um contrato de mesmo período. “Nenhum treinador viria nessas condições e ele veio”, chegou a dizer Bolzan logo após sua reeleição.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.