10 jogadores “esquecidos” que atuam na Ásia

Foto: Reprodução/Twitter

Jogadores com renome ou não no futebol brasileiro e europeu, geralmente, não pensam duas vezes em se arriscar no mercado asiático, em busca da independência financeira. Nos últimos anos, vários atletas brasileiros fizeram este caminho, assim como estrangeiros.

O Torcedores.com listou abaixo 10 jogadores “esquecidos” que atuam na Ásia. Vale ressaltar que a lista não conta com os volantes Paulinho e Ralf, e os meias Jadson e Renato Augusto, jogadores que partiram para o continente no início de 2016.

André Bahia – Revelado pelas categorias de base do Flamengo, o zagueiro teve passagens por Feyenoord-HOL, Samsuspor-TUR e Botafogo, além de ter integrado as seleções Sub-20 e Sub-23 do Brasil. Desde o final de 2014, o carioca do Rio de Janeiro defende o Shonan Bellmare, da primeira divisão do Japão.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Dinei – Cria das categorias de base da Portuguesa, o atacante passou por diversos clubes brasileiros, entre eles o Palmeiras e o Vitória. Na Espanha, teve experiência no Celta de Vigo e Tenerife. Desde agosto de 2016, o baiano de São Domingos atua pelo Shonan Bellmare-JAP. Entre janeiro de 2015 e julho deste ano, ele jogou pelo Kashima Antlers.

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Wilson – Revelado pelo Corinthians, o atacante não conseguiu se firmar no Parque São Jorge entre 2003 e 2007 e foi emprestado ao Paulista de Jundiaí. Não demorou muito para ser negociado com o Genoa-ITA, mas ficou pouco tempo no clube italiano – tendo disputado três jogos – e logo foi emprestado ao Sport, onde teve boa passagem, sendo o artilheiro do time na Copa Libertadores de 2009. Desde 2013, defende o Vengalta Sendai-JAP.

(Reprodução/Vegalta Sendai)
(Reprodução/Vegalta Sendai)

Diogo – O atacante foi responsável pela maior transação da história da Portuguesa, que recebeu nove milhões de euros ao liberá-lo para o Olympiakos-GRE, em 2008. A cria das categorias de base da Lusa se destacou na Grécia e dois anos depois foi emprestado ao Flamengo, e em seguida ao Santos. Em março de 2013, o atleta retornou ao clube que o projetou para o futebol, mas não vingou e foi contratado pelo Palmeiras, onde também teve passagem apagada. Desde 2015, ele defende o Buriram United, da Tailândia.

Crédito da foto: Divulgação/Buriram United
Crédito da foto: Divulgação/Buriram United

 Madson – O meia-atacante foi revelado pelo Volta Redonda. Teve a sua primeira chance em um grande clube atuando pelo Vasco. O baixinho e veloz iniciou bem a sua trajetória no Gigante da Colina, porém, aos poucos foi perdendo espaço e após empréstimos a Duque de Caxias e América de Natal, conseguiu render bem no Santos, logo caindo nas graças da torcida. Jogou também no Atlético-PR antes de defender as cores do Al-Khor, do Catar, clube que defende desde 2012.

Domingos e Madson - Divulgação
Domingos e Madson – Divulgação

Gervinho – O atacante marfinense teve passagens destacadas no futebol europeu, defendendo Beveren-BEL, Le Mans-FRA, Lille-FRA, Arsenal e Roma. Em janeiro deste ano, ele foi negociado com o Hebei China Fortune-CHN, por 18 milhões de euros (R$ 80 milhões).

Divulgação/Hebei China Fortune
Divulgação/Hebei China Fortune

Demba Ba – O atacante senegalês viveu o seu auge no Chelsea entre 2013, após passagens por Hoffenheim-ALE, West Ham e Newscastle. Antes de se transferir para o Shanghai Shenhua-CHN, o seu atual clube, ele defendeu o Besiktas-TUR.

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Elkeson – O meia teve a sua projeção no Vitória entre 2009 e 2011. O bom futebol chamou a atenção do Botafogo, que investiu em sua contratação em maio de 2011, superando a concorrência de Palmeiras, Atlético-MG e outros clubes. Ele se adaptou rapidamente no Fogão e chegou a ser convocado para a seleção brasileira, em 2011. Em novembro de 2012, o maranhense de Coelho Neto teve a sua primeira experiência internacional, defendendo o Guangzou Evergrande-CHN. Em janeiro de 2016, ele assinou contrato com o Shanghai SIPG.

Getty Images
Getty Images

Ademilson – Uma das maiores jovens promessas surgidas nas categorias de base do São Paulo, o atacante não conseguiu vingar nos profissionais do Tricolor. Sem espaço no clube do Morumbi, ele foi emprestado ao Yokohama Marinos-JAP, em 2015. No ano seguinte, o paulista de Cubatão foi negociado em definitivo com o Gamba Osaka-JAP.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anselmo Ramon – O atacante revelado pelo Bahia e vendido para as categorias de base do Cruzeiro rodou por diversos clubes, entre eles Cabofriense, Kashiwa Reysol e Oeste de Itápolis, antes de chegar ao Hangzhou Greentown-CHN, desde 2014. Com a camisa da Raposa, o jogador foi campeão do Brasileirão de 2013.

Foto: Divulgação/Hangzhou Greentown
Foto: Divulgação/Hangzhou Greentown

 

VEJA TAMBÉM: 

Eduardo da Silva, ex-Flamengo, deixa o Shakhtar e fica disponível no mercado 
Neymar não se incomoda com jejum de gols e brinca com fama de carrasco contra o PSG 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)