2016 foi o ano de afirmação de Dorival Júnior no Santos

Santos
Crédito da foto: Reprodução Flickr Santos

O ano de 2016, para Dorival Júnior foi especial: campeão Paulista, vice do Brasileirão, com isso ele se consolida como um dos grandes técnicos do país, sem dúvidas o seu trabalho no Peixe deve ser valorizado.

Mas o ano de Dorival não foi nada fácil, como o Santos tem orçamento pequeno, o clube não fez grandes contratações e ainda perdeu em janeiro, Marquinhos Gabriel e Guevânio e no meio da temporada o atacante Gabigol, sem falar que durante o Campeonato Brasileiro, perdeu convocado para Copa América e Olimpíadas atletas como o próprio Gabriel Barbosa, Zeca, Thiago Maia e Lucas Lima, além das inúmeras lesões de Ricardo Oliveira.

LEIA MAIS:

PAULISTÃO 2016: O TÍTULO DA SUPERAÇÃO DO SANTOS

E mesmo com todos essas dificuldades conseguiu fazer o Peixe jogar um futebol vistoso e com resultados dentro de campo, o título de importância nacional não veio, porém a vaga para a Libertadores foi conquistada com sobra, muito mérito do treinador santista.

Apesar de muitos conselheiro e torcedores criticarem seu trabalho, é inegável que Dorival conseguiu se firma como um dos melhores técnicos do país, fazer um time esfacelado pela CBF, sem grande elenco, mídia e torcida, brigar no topo da tabela, só com uma equipe organizada e estruturada dentro de campo isso é viável, o comandante do Peixe que é chamado pelos jogadores de ‘Guardiola da baixada’ merece muitos aplausos.



Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.