5 motivos para ter vergonha do Flamengo em 2016

Crédito da imagem: Rodrigo Coca / Flamengo

O Torcedores.com analisou a temporada do Flamengo e percebeu alguns problemas durante o ano que servem como aprendizado para 2017.

LEIA MAIS:
Saiba quem são os 47 times definidos na Libertadores da América

Acompanhe a seguir as situações em que o torcedor do Flamengo sentiu vergonha em 2016:

1) Campanha no Maracanã: o rubro-negro jogou em seis estados diferentes (DF, MG, SP, RJ e RN) e quando finalmente atuou no estádio que é considerado pela diretoria “a casa do Flamengo” teve um desempenho irregular (uma vitória – 2 a 0 sobre o Santos – e três empates – Corinthians, Botafogo e Coritiba)

2) Fora da decisão no Campeonato Carioca: O melhor ataque do estadual passou em branco na semifinal contra o Vasco e perdeu por 2 a 0, com gols de Andrezinho e Riascos. No ano em que disputou a Série B, o cruzmaltino levou o título ao vencer o Botafogo

3) Adeus Copa do Brasil: A sequência de derrotas para o Fortaleza (ambas por 2 a 1) provocou a inédita saída do Flamengo da segunda fase do torneio. O tricolor cearense atualmente disputa a Série C do Brasileirão e venceu os cariocas tanto em casa quanto em Volta Redonda, quando a torcida carioca gritou “time sem vergonha”

4) Hat-trick de Rafael Moura: O alvinegro catarinense que foi rebaixado para a Série B em 2016 aplicou 4 a 2 na estreia das equipes na Copa Sul-Americana, em agosto. No jogo de volta o Flamengo acordou, mas se classificou no sufoco após um 3 a 1

5) Quatro eliminações em 2016: A estratégia de priorizar o Campeonato Brasileiro e usar time misto no torneio internacional provocou a quarta eliminação no ano (Primeira Liga, Carioca, Copa do Brasil e Sul-Americana) e uma chuva de críticas nas redes sociais. Jogadores como Marcelo Cirino, Mancuello e Felipe Vizeu desperdiçaram oportunidade para ganhar uma vaga entre os titulares e o time chileno avançou para as quartas de final