5 motivos para ter vergonha do time do Santos em 2016

5 motivos para ter vergonha do time do Santos em 2016
Foto: Mourão Panda/ Site oficial do América-MG

Apesar do título paulista e do vice-campeonato brasileiro, o 2016 do Santos não foi, no geral, somente para se comemorar. Em determinados momentos da temporada, o Peixe passou por situações no mínimo constrangedoras, daquelas que o torcedor custa a esquecer.

Pensando nisso, o Torcedores.com traz, nesse especial de retrospectiva, cinco momentos em que o clube praiano passou vergonha em 2016. Confira:

LEIA MAIS:
SAIBA QUANTO O SANTOS ESPERA FATURAR COM PATROCÍNIOS EM 2017
JOGA DE TERNO! RENATO DÁ SHOW DE FREESTYLE EM VESTIÁRIO DO SANTOS; ASSISTA
EM REDE SOCIAL, ROBINHO RESPONDE SANTISTA QUE PEDE SUA VOLTA
BRASILEIRÃO: VEJA QUAL SERIA A POSIÇÃO DO SANTOS SE NÃO PERDESSE PONTOS PARA OS REBAIXADOS
PRESTES A SE APOSENTAR, ELANO APONTA GOL E JOGO MEMORÁVEIS PELO SANTOS

1- Empate contra o xará do Amapá: mesmo levando apenas os reservas para o Norte, o Peixe tinha a obrigação de vencer um time semi-profissional pela primeira fase da Copa do Brasil. Acabou empatando por 1 a 1 e tendo que fazer o segundo jogo na Vila Belmiro.

2- Entrar em campo contra o Corinthians sem atacantes: o técnico Dorival Júnior surpreendeu ao anunciar que os meias Elano e Serginho entrariam no lugar dos atacantes para o clássico na capital. A estratégia não funcionou como desejado: derrota por 1 a 0.

3- Derrota para o lanterna América-MG: era o jogo para bater o lanterna, que não ganhava de ninguém, e assegurar a liderança ao fim do primeiro turno do Brasileirão. Não foi o que aconteceu: vitória do Coelho por 1 a 0 aos 45 do segundo tempo e primeira posição perdida.

4- Derrota em casa para o Figueirense: o Peixe recebeu o time catarinense, que estava na zona do rebaixamento, na Vila Belmiro e perdeu por 1 a 0. O inesperado resultado negativo em casa, onde sempre foi forte, afastou o clube praiano da briga pelo topo da tabela.

5- Eliminação para o Inter na Copa do Brasil: o Santos entrou no duelo como favorito, já que o Colorado já se preocupava com o Z-4. A vitória por 2 a 1 na Vila foi curta, e os 2 a 0 para o clube gaúcho no Beira-Rio evidenciaram uma das piores atuações do Peixe no ano.

Gostou da publicação? Para acompanhar tudo o que escreve seu autor, curta sua página no Facebook e siga-o no Twitter.



Jornalista formado pelo Mackenzie (SP), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias e pós-graduando em Assessoria de Comunicação e Mídias Sociais pela Anhembi Morumbi (SP). Apaixonado por esportes desde 1994.