Presidente do Grêmio descarta contratação de Barcos: “impossível no momento”

Criciúma x Grêmio
Getty Images

Romildo Bolzan Jr, presidente do Grêmio, deu uma ducha de água fria nos torcedores que acreditavam na contratação do atacante Barcos para a próxima temporada. O mandatário descartou o retorno do argentino, que está emprestado pelo Sporting ao Vélez Sarsfield até o meio do ano que vem.

“Não podemos criar expectativas, o Barcos tem um salário de nível europeu, seria impossível a contratação dele neste momento”, disse o dirigente, em entrevista à Rádio Bandeirantes, de São Paulo, nesta sexta-feira.

VEJA MAIS:
Geromel revela que quase parou no São Paulo antes de vir para o Grêmio 
Em amistoso de Neymar e Robinho, quem roubou a cena foi anão e Wesley Safadão

Barcos defendeu o Grêmio entre 2013 e 2015 e se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história do clube, com 45 gols em 112 jogos.

No início da semana, a imprensa noticiou que o Tricolor tinha entrado em contato com o empresário do atleta. Bolzan esclareceu a história.

“A questão do Barcos foi a seguinte: o empresário dele estava ofertando outro jogador para nós e, como temos uma relação afetiva, chegamos a falar sobre a situação dele”, explicou.

Até o momento, o Grêmio não oficializou nenhuma contratação para 2017. O nome mais próximo é do volante Michel, destaque do Atlético-GO na série B. O clube busca “fazedores de gol”, conforme o vice-presidente de futebol Adalberto Preis comunicou à imprensa após o título da Copa do Brasil. Cecilio Domínguez, artilheiro do Cerro Porteño no Campeonato Paraguaio é um dos nomes monitorados pela diretoria. Quem também está na mira é o atacante Kayque, ex-Flamengo, e atualmente no Yokohama Marinos-JAP.



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)