Atletismo: conheça o uberabense que foi um dos destaques na competição da Loterias Caixa em Brasília

Crédito: arquivo pessoal

Do dia 07 a 09 de abril de 2017 a Loterias Caixa Regional de Atletismo promoveu o evento em Brasília.

Um dos destaques dessa competição foi Alex Ferreira da Silva (de Uberaba/MG) que participou do Atletismo das categoria F55 lançamento de dardo que foi Medalha de Bronze com 16 metros e no arremesso de peso que foi Medalha de Ouro com 7.34 metros.

Alex tem deficiência desde aos sete meses de idade, tem sequela de poliomielite (paralisia infantil) nos membros inferiores e hoje está 42 anos.

Crédito: arquivo pessoal de Alex Ferreira e cedendo imagem para a matéria
(Crédito: arquivo pessoal)

Como diz Alex: “Dificuldades todas as pessoas que tenha algum tipo de necessidade especial teve quando criança e terá sempre quando adulto, dificuldade de se enturmar, se alto avaliar sempre cobrando mais de si mesmo, preconceitos, locomoção, as vezes convívio e com certeza adaptar-se ao mundo”.

O Atletismo não foi seu primeiro esporte, ele começou jogando basquete adaptado em cadeira de rodas, depois foi para o halterofilismo e agora que ele está no atletismo, com lançamento de dardos e de peso. (Desde fevereiro deste ano treinando 3 vezes por semana, terça quinta e sexta, depois que sai do trabalho das 17 às 18.

Ele começou a ter interesse pelo atletismo no final de 2016, pois já lesionado algumas vezes pelo halter, viu que talvez teria oportunidade de continuar no esporte através do atletismo, aí começou a treinar este ano de 2016 em fevereiro para ser mais exato, tendo assim apenas dois meses de treinamento para poder participar deste primeiro campeonato que aconteceu em Brasília este mês.

Em relação à família, nem sempre apoiou, somente depois que começou a ter sua vida um pouco mais independente, que foi que começou a ter o respeito de todos em mérito de poder ter suas decisões respeitadas, hoje em dia, eles apoiam e torcem.

Seleção Brasileira é o seu objetivo de ser convocado, pois no atletismo ele começou a competir este ano de 2017, e tem muito ainda a percorrer para poder ser selecionado para fazer parte da seleção brasileira.
Nas paralimpíadas de 2016 Alex não conseguiu índice necessário para poder estar participando, mais torce para que em 2020 consiga.

“O que é lindo no esporte é saber que você é capaz de superar até mesmo a idade, por isso que amo demais ser atleta. Diga a si mesmo que você sempre pode superar o maior adversário seu…. o seu medo de tentar.”

Se você pensa em desistir, leia esse texto mil vezes antes de tomar qualquer decisão, pois para os paratletas ou para as Pessoas com Deficiência não há barreiras.



Sou profissional na área de PcDs (Pessoas com Deficiência) e consultora sobre o tema. Crio elo entre empresas e profissionais PcDs, desenvolvendo relações que agreguem qualidade de vida para pessoas e geração de valor para empresas. Palestrante e Coach, trago através do Torcedores.com informações sobre paratletas, suas modalidades e suas histórias de superações. Meu site: www.clickconsultoriapcd.com