Bauza cita São Paulo em despedida da seleção argentina e agradece ao Tricolor

Bauza
Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

A terça-feira foi dia de despedida na Argentina. O técnico Edgardo Bauza deu adeus ao comando técnico da seleção albiceleste em entrevista coletiva e resolveu, principalmente, agradecer a todos que deram a chance do treinador realizar seu sonho. Nessa, Patón se lembrou do São Paulo e também de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Bauza abriu a coletiva se lembrando de que quando recebeu o convite para ser técnico da Argentina, o São Paulo o liberou para reuniões na AFA e não barrou seu sonho quando recebeu a proposta oficial.

LEIA MAIS
ENTENDA COMO DEMISSÃO DE BAUZA PODE RESPINGAR NO SÃO PAULO

“Vamos terminar de falar com os jogadores. Quero agradecer muitas pessoas pela oportunidade de ter dirigido a seleção. Antes de mais nada quero agradecer primeiro ao São Paulo e seu presidente (Leco), que não colocaram nenhum obstáculo para que eu viesse”, disse Bauza.

“Quero agradecer ao presidente (Claudio Tapia), que foi muito franco. E não quero me esquecer dos jogadores. Muitos não dão valor ao sacrifício que eles fazem. É a eles que mais tenho que agradecer. Acredito que a Argentina vai se classificar para a Copa”, completou o treinador.

O irregular retrospecto pela Argentina fez com que Bauza deixasse o comando dos ‘hermanos’. Patón conquistou três vitórias, dois empates e três derrotas.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.