Depois de muita enrolação, federação argentina demite Bauza da seleção

Foto reprodução/Instagram Federação Argentina de Futebol (AFA).

Depois de muitos rumores sobre a saída de Edgardo Bauza, finalmente foi tomada uma decisão, a AFA decidiu demitir o treinador de 59 anos que vinha fazendo péssima campanha.

A decisão foi tomada no final da tarde desta segunda-feira (10), o presidente da AFA (Associação de Futebol da Argentina) juntamente com seus aliados decidiu o futuro da seleção nacional. Muitos rumores cercavam o treinador Edgardo Bauza sobre a sua saída da seleção argentina, mas até que enfim uma atitude foi tomada.

LEIA MAIS:
Presidente da federação argentina diz que Bauza continuará no comando da seleção
Federação argentina pede para Messi ir até a Suíça anular sua suspensão nas Eliminatórias
Bauza pode estar de saída da seleção argentina de acordo com jornal
Opinião: Argentina com Bauza corre sério risco de ficar fora da Copa do Mundo

Bauza vinha fazendo uma péssima campanha à frente da seleção argentina, foram apenas 3 vitórias em 8 partidas durante 8 meses comandando a seleção argentina. Com um futebol fraco a seleção de Bauza era presa fácil para os adversários, deixando a Argentina na 5ª colocação das eliminatórias para a Copa do Mundo do ano que vem.

Os favoritos para assumir a seleção da Argentina são os também argentinos, Jorge Sampaoli treinador do Sevilla da Espanha e Diego Simeone que treina o Atlético de Madrid também da Espanha. Porém os dois treinadores já desmentiram qualquer boato sobre acerto com a seleção argentina.

O presidente da AFA, Claudio Tapia concederá entrevista coletiva sobre a saída do técnico Edgardo Bauza da seleção, nesta terça-feira (11), veja o que ele disse.

– Comunicamos que Bauza não é mais o treinador. Fizemos um acordo verbal, mas não assinamos nada. Nesta terça à noite concederemos uma entrevista coletiva em Ezeiza – disse o presidente da AFA.

O agente do treinador, Gustavo Lescovich falou sobre a demissão de Bauza em uma rádio argentina, veja o que ele disse.

– Chegamos a um acordo com os dirigentes da AFA e amanhã (terça-feira) ele se despedirá em entrevista coletiva. A AFA fez um esforço para chegar a um acordo com Bauza. Bauza tinha um prêmio para classificar a Argentina ao Mundial da Rússia e outro para ser campeão do mundo. Tinelli (diretor de seleções da AFA) queria que Bauza ficasse, e a maioria dos dirigentes não tinham as mesmas intenções. Por ser autêntico, Bauza recebeu demasiadas críticas. Fortes e injustas disse Gustavo Lescovich, agente do Bauza, em entrevista à Rádio La Red AM 910.

Bauza que tinha contrato até junho deste ano com a seleção argentina chegou a um comum acordo com a federação e agora segue seu rumo na carreira, os favoritos para substituir Bauza são, Diego Simeone que tem contrato com o Atlético de Madrid até junho de 2018 e Jorge Sampaoli até julho de 2018 com o Sevilla.

A federação terá que decidir o nome do novo treinador antes da partida das eliminatórias contra o Uruguai, fora de casa, pela 15ª rodada das eliminatórias da Copa do Mundo, no dia 31/08 e sem Messi para ajudar a equipe azul e branca.

O presidente da AFA, Claudio Tapia disse que irá até a Espanha para conversar com Lionel Messi para convencê-lo a ir até a Suíça para reverter sua suspensão nas eliminatórias de quatro partidas para apenas uma. E como estará em Barcelona, aproveitará e irá passar em Madrid para conversar com Diego Simeone sobre uma possível proposta da seleção argentina.