Dirigente da FPF defende arbitragem de críticas de presidente do Santos

Crédito da Foto: Reprodução/Flickr Oficial do Santos FC

A arbitragem do jogo entre Santos x Ponte Preta, pelas quartas de final do Paulistão, seguiu sendo assunto nesta terça-feira (11). Depois das críticas feitas pelo presidente santista Modesto Roma Júnior, agora foi a vez do vice-presidente executivo da Federação Paulista de Futebol (FPF) ter a sua resposta.

No evento que decidiu a tabela das semifinais do Campeonato Paulista, Fernando Solleiro, rebateu as declarações de Modesto e afirmou que o Peixe concordou com a escolha de Rafael Gomes Feliz da Silva para apitar o jogo contra a Macaca.

LEIA MAIS

GOLEIRO DO BORUSSIA REVELA JOGADORES CHOCADOS: “NINGUÉM PENSOU EM JOGO”

APRESENTADOR É CONVIDADO E DORME EM PROGRAMA AO VIVO DA FOX SPORTS

VICTOR FERRAZ DISPARA CONTRA ATUAÇÃO DA PONTE: ‘JOGARAM DE MANEIRA COVARDE’

“Respeito a reclamação do presidente Modesto. Mas, tanto a decisão das gandulas quanto o modo como o sorteio foi definido foram acertados com todos os clubes. O Santos concordou, assim como todos. As gandulas não atrapalharam em nada a partida. São isentas e treinadas para ocupar essa função”, afirmou Solleiro.

O dirigente da FPF reiterou que a entidade vem trabalhando para coibir os erros e assegurou que o trabalho que tem sido feito na arbitragem paulista tem se mostrado ‘inovador’.

“A arbitragem da FPF está de parabéns. Estamos evoluindo. Obviamente, sempre haverá erro, pois os árbitros são seres humanos. Sempre há o que melhorar e é isso que estamos fazendo: tentando evita erros. O (diretor de arbitragem) Dionísio Domingos tem feito um trabalho inovador no departamento. Vamos fazer grandes semifinais e finais”, garantiu.

 

 

(Crédito da Foto: Reprodução/Flickr Oficial do Santos FC)