Dudu Cearense comenta conversa entre Camilo e Jair: ‘Foi um caso isolado’

Divulgação/Twitter Oficial Botafogo

O meia Camilo foi o principal assunto dos últimos dias no Botafogo, mais por uma reunião que teve com o técnico Jair Ventura na qual teria mostrado irritação com a possibilidade de ser reserva do que por seu futebol. O volante Dudu Cearense, no entanto, tratou de dizer que o problema entre ambos está totalmente resolvido.

O meio-campista esteve presente nesta segunda-feira (10) no programa Seleção SporTV, do canal SporTV e afirmou que a discussão entre o meia e o treinador foi apenas um ‘caso isolado’. Além de ter revelado que conversou com o jogador sobre o assunto.

LEIA MAIS

TAÇA RIO: FERJ ESCOLHE NILTON SANTOS COMO ESTÁDIO DA FINAL

“A gente conversou. Estavam os mais velhos, os mais experientes, os líderes do grupo. Cada um deu uma palavra. Não gostamos do que o Camilo fez. Falei pessoalmente com ele, porque ele é meu amigo e gosto muito dele. Esperei dois dias para ele se acalmar e esfriar um pouco a cabeça. Nesse dia, a conversa foi mais pelo lado dele ser um exemplo para o grupo. Para isso não acontecer mais e causar mais problemas”, revelou Dudu Cearense.

“Foi um caso isolado, Na concentração, já conversei e brinquei com ele. Foi bem resolvido, resolvemos em casa, sem passar para a imprensa e para a torcida que tinha algo ruim dentro do grupo. Passou aquele momento e vai morrer ali. Foi um caso isolado, agora é pensar para a frente”, completou.

A irritação de Camilo teve como principal motivo o fato de ter sido escalado para o time misto que jogou neste domingo (9) contra o Fluminense, na semifinal da Taça Rio. Como os titulares foram poupados para o jogo de quinta (13) contra o Atlético Nacional (COL), pela Libertadores, o fato de atleta ter sido chamado para o clásico poderia significar que seria reserva contra os colombianos.

 

(Crédito da foto: Divulgação/Twitter Oficial Botafogo)