Dybala brilha, Juventus bate Barcelona e larga em vantagem na Champions

Reprodução/Facebook Juventus

Argentino, canhoto e deu show! Não, eu não estou falando de Lionel Messi, mas sim de Paulo Dybala. O camisa 21 foi o grande nome na vitória da Juventus pelo placar de 3×0 diante do Barcelona, nesta terça-feira (11), no Juventus Stadium, em partida de ida das quartas de final da UEFA Champions League.

Com o resultado, a equipe italiana pode até perder no duelo de volta por dois gols de diferença, marcado para a quarta-feira (19), no Camp Nou, que mesmo assim se classifica. Os espanhóis vão precisar de quatro tentos de diferença, enquanto um novo 3×0 leva para os pênaltis.

LEIA MAIS:
VEJA FOTOS DO ÔNIBUS DO BORUSSIA APÓS EXPLOSÃO DE BOMBA

Argentino canhoto brilha

Ao ler esse sub título, com certeza pensou em Lionel Messi, mas não foi ele quem teve excelente atuação nos primeiros quarenta e cinco minutos de Juventus x Barcelona, e sim Paulo Dybala! Logo aos 6 minutos, ele recebeu de costas para a marcação após passe de Cuadrado, girou com liberdade e deu tapa colocado, sem chances para Ter Stegen.

O time espanhol respondeu minutos mais tarde, quando Messi deu passe açucarado para Iniesta, que finalizou na saída de Buffon, porém o goleiro estava muito bem colocado e conseguiu dar um tapa com a mão esquerda, evitando o que seria o empate do marcador.

E como o futebol não tolera erros, os donos da casa desceram em seguida e ampliaram a vantagem, novamente com ele, Dybala! Mandzukic escapou pelo lado esquerdo e rolou na entrada da área, onde o camisa 21 argentino emendou de primeira, com a canhota, levando o Juventus Stadium à festa com a vantagem construída ainda no primeiro tempo.

Juve amplia vantagem

Precisando reagir na partida, o Barcelona começou o segundo tempo melhor e tentando encurralar a Juventus. Neymar teve primeira grande chance em chute de fora da área, que passou rente à meta defendida pelo goleiro Buffon. Os italianos responderam em descida rápida, na qual Higuaín saiu cara a cara com Ter Stegen, mas estourou a bola no peito do goleiro, tendo a opção de rolar para Mandzukic livre.

Só que instantes depois, em cobrança de escanteio, Chiellini, aquele mesmo que sofreu mordida do Suárez na Copa do Mundo, cabeceou sem pular, mesmo marcado por Mascherano, a bola pegou cruelmente na trave e morreu no fundo das redes, era o terceiro gol da Vecchia Senhora na partida.

Luis Suárez esteve muito próximo de descontar para o Barcelona, aos 22 minutos, porém voltou a parar em defesa sensacional de Buffon, que se esticou todo para evitar o gol quando o uruguaio saiu cara a cara. Os catalães queriam pelo menos um gol, porém pecavam na falta de criatividade e, com isso, não conseguiram alterar novamente o placar, 3×0 Juventus!

Próximos jogos

As duas agremiações voltam a campo nas competições nacionais. No Campeonato Italiano, a Juventus enfrenta o Pescara, no sábado (15), fora de casa, no estádio Adriático, às 10h (de Brasília). Já pelo Campeonato Espanhol, no mesmo dia, às 15h45 (de Brasília), o Barcelona encara o Real Sociedad, no Camp Nou.