Ganhar… não só do adversário! Palmeiras supera a tudo e a todos para vencer Penãrol

Foto: Djalma Vassão / Gazeta Esportiva

 

Futebol tem algo bem característico. Nesse esporte e para vencer uma competição (nem sempre) só vencer o adversário é suficiente para sucesso de um projeto. 

Condições adversas como Gramado, Temperatura, Torcida, Segurança e a famosa catimba, (= quando um time ganha tempo em cada lance e irrita o seu oponente ou provoca-os a cada jogada), e por fim e não menos importante a boa e velha reclamação de arbitragem desde que futebol é futebol. 

Nessa quarta (12) não foi diferente no duelo entre Palmeiras x Penãrol, válida pela fase de grupos da Copa Libertadores de América 2017, no Allianz Parque. O Verdão, depois de uma primeira etapa sem muita inspiração, saiu perdendo com gol de cabeça do zagueiro Rámon Arias.

No segundo tempo o verdão voltou elétrico e em 6 minutos virou a partida para 2×1. Gols de William e Dudu. Na sequencia outras inúmeras chances foram criadas e não convertidas, até pênalti perdido por Borja e gol sem goleiro por William.

 

LEIA MAIS:

BAPTISTA NÃO VÊ ARBITRAGEM COMO DECISIVA E ACREDITA EM VITÓRIA JUSTA DO PALMEIRAS

SPORT X JOINVILLE: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS DO JOGO

VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO FLAMENGO NO GRUPO 4 DA LIBERTADORES

 

Assim o jogo desenrolou até o empate do time Uruguaio, novamente em bola parada, dessa vez gol de Gáston Rodrigues.

Em todo jogo e principalmente a partir do empate do time visitante o que se viu foi a já conhecida catimba Uruguaia em cada lance. Ganhando tempo, provocando e contando com a conivência do trio de arbitragem da partida que invertia marcações e paralisava o jogo a cada momento, enervando ainda mais os jogadores do Palmeiras.

Por fim, após 8 minutos de tempo de recuperação, na última jogada, em bola de escanteio, Fabiano, de cabeça, fez o gol para fazer justiça no marcador. 

Assim explodiu o Allianz Parque para comemorar a segunda vitória do Palmeiras no torneio sul-americano.

Para ser campeão, vencer as adversidades que não só o adversário é necessário. 

 

 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 X 2 PEÑAROL-URU

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Data: quarta-feira, 12 de abril de 2017

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (EQU) Assistentes: Luis Vera e Juan Macías (EQU)

Público: 38.483 torcedores

Renda: R$ 2.582.842,67

Cartões amarelos: Yerry Mina e Felipe Melo (PALMEIRAS); Guzmán Pereira, Ramon Arias, Gastón Rodriguez, Cristian Rodríguez, Petrik e Affonso (PEÑAROL)

Cartão vermelho: Dudu 

GOLS:

PALMEIRAS: Willian, com 1min do 2º tempo; Dudu, aos 5min do 2º tempo, e Fabiano, aos 54min do 2º tempo

PEÑAROL: Ramón Arias, aos 31 do 1º tempo, e Gastón Rodriguez, aos 30 minutos do 2º tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto; Felipe Melo (Thiago Santos); Willian, Alejandro Guerra (Keno), Tchê Tchê e Dudu; Miguel Borja (Michel Bastos. Técnico: Eduardo Baptista 

PEÑAROL: Guruceaga; Petrik, Quintana, Ramón Arias e Lucas Hernández; Nández, Novick (Gastón Rodríguez), Guzmán Pereira e Cristian Rodríguez; Affonso (Perg) e Junior Arias (Ángel Rodríguez) Técnico: Leonardo Ramos