Internacional x Corinthians: Imprensa destaca ‘clima quente’ antes da bola rolar

Internacional x Corinthians se encontram em jogo válido pela quarta fase da Copa do Brasil. Antes da bola rolar o clima é de muita rivalidade e não só pelo fato de se tratar de dois tradicionais clubes brasileiros. As questões que têm acirrado os ânimos dizem respeito às polêmicas extra-campo.

O presidente do Corinthians, Roberto Andrade, se mostrou irritado com alguns comentários sobre a transação que melou entre Giovanni Augusto e Valdívia, como destacado pelo portal Gazeta Esportiva.

LEIA MAIS:
CRUZEIRO-RS X INTERNACIONAL: ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA
INTERNACIONAL X CORINTHIANS: CBF DIVULGA ÁRBITRO PARA A PARTIDA DA COPA DO BRASIL

“Eles falam o que querem, e eu falo o que quero. Eles (Internacional) deram essas declarações (sobre nunca ter oferecido Valdívia ao Timão), mas na hora exata eu vou mostrar para vocês quem está mentindo”, disse o dirigente corintiano após reunião na Federação Paulista de Futebol.

Por outro lado, o portal também destaca outra polêmica. Desta vez, criada por Léo Jabá. “A gente sabe que a rivalidade é grande. O pessoal do Sul não gosta da gente, existe aquele preconceito”, disse Jabá, recorrendo a regionalismos sem sentido, para explicar o acirramento da rivalidade entre as equipes desde a decisão de 2005 do Brasileirão, quando o Inter foi prejudicado após a não marcação de um pênalti claro em Tinga.

Já o portal UOL, em uma entrevista com o ex-goleiro Fábio Costa, revive o polêmico caso de 2005 em uma de suas perguntas e dá destaque quando o ex-atleta afirma que Tinga confessou a ele que não foi pênalti.

O jornal Zero Hora, do Rio Grande do Sul, também destaca o desacerto pela suposta transferência que envolveria Valdívia e Giovanni Augusto. Porém, o ZH também mostra números dos confronto, tais como as campanhas parecidas de Inter e Corinthians e o fato do jovem atacante Brenner ter a difícil missão de vencer a sólida zaga do Timão, que não toma gols a 11 jogos.

Para finalizar, o veículo gaúcho cita os dois grandes desfalques do Corinthians, Jô e Jadson, que podem atrapalhar a armação do time feita pelo técnico Fábio Carille.



Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.