Jean Mota usa passado para se firmar na lateral-esquerda do Santos

Divulgação/ Flickr oficial do Santos FC

Jean Mota ganhou a vaga na lateral-esquerda do Santos devido as lesões de Zeca e Caju. Meia de origem, o jogador vê na mudança de posição uma tentativa de se firmar entre os titulares do Peixe e ganhar mais espaço no time de Dorival Júnior.

O passado do jogador, que começou a jogar na lateral durante sua passagem pela Portuguesa, é a chave para o santista conseguir cravar seu lugar na equipe. Ao Lance, ele relembrou do período em que começou a ser escalado na posição.

LEIA MAIS

NBA: VEJA COMO FICARAM OS CONFRONTOS DOS PLAYOFFS DAS CONFERÊNCIAS LESTE E OESTE

SANTOS ARRECADOU QUATRO VEZES MAIS COM PAULISTA NO PACAEMBU DO QUE COM LIBERTADORES NA VILA

“Quando cheguei na base da Portuguesa, no sub-15, eu era lateral. Começa a ser testado como meia no sub-20, joguei a Copa São Paulo de 2012 nessa posição e subi como meia. Em 2013, eles precisavam de um lateral e me deram uma sequência, cheguei a fazer 15 jogos na posição. Quando joguei no Fortaleza, o lateral foi embora e também me usaram assim”, declarou Jean Mota.

Zeca deve ficar de fora do time por algum tempo e o Santos já estaria procurando um jogador para a posição. A possibilidade de reforços não intimida o jogador, que já se acostumou com a concorrência quando atuava no meio-campo santista.

“Não sou lateral de origem, mas tenho condições de ser lateral. Ficamos tristes com as perdas do Zeca e do Caju. Mas times grandes são assim, vêm os reforços, foi assim no meio-campo, quando vieram reforços da minha posição. Estou crescendo aos poucos na posição”, afirmou.

 

 

 

(Crédito da foto: Divulgação/ Flickr oficial do Santos FC)