“No Brasileiro é possível”, diz Flávio Adauto sobre a volta da torcida mista nos clássicos de SP

Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto esteve presente na sede da FPF (Federação Paulista de Futebol) na última terça-feira (11) e conversou com o Torcedores.com sobre a questão das torcidas únicas nos clássico do estado de São Paulo.

“Nessa fase é muito difícil mudar alguma coisa. Não depende só do Corinthians, do São Paulo ou da Federação. Há o Ministério Público, a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública que são órgãos responsáveis por zelar pela segurança dos torcedores e dos jogos. A posição do Corinthians é de que foi feita uma experiência, teve resultado positivo, mas porque não mudar e dar uma oportunidade das torcidas se redimirem e terem um comportamento melhor”, disse Flávio Adauto sobre alterar a decisão dos clássicos com torcida única.

LEIA MAIS:
SEM JADSON E JÔ, CORINTHIANS RELACIONA 22 JOGADORES PARA ENFRENTAR O INTER
FABIO COSTA SOBRE PÊNALTI CONTRA O INTER EM 2005: “TINGA ADMITIU QUE NÃO FOI”

“Eu sou adepto das bandeiras no estádio, dos batuques, instrumentos musicais. Os bandeiraços que as torcidas fazem são lindos. E há em quase todo mundo, por exemplo, na Alemanha há a torcida do Dortmund com aquelas bandeiras amarelas é muito lindo de se ver. A torcida do Corinthians sempre deu grandes espetáculos com bandeiras e com instrumentos musicas. É questão de galgar degraus e os torcedores sentirem que essa responsabilidade que eles poderão ter de levar tudo o que eles querem para os espetáculos está atrelado a um comportamento disciplinar também. Entendendo isso a festa será para todos”, acrescentou o diretor de futebol do Corinthians.

Em relação ao comportamento do clube para tentar mudar esse cenário, ele disse o Alvinegro está se manifestando a favor das torcida mista e que para o Campeonato Brasileiro isso pode acontecer.

“O Corinthians vem manifestado permanentemente que há uma oportunidade para dar para esses torcedores. Mas neste Campeonato Paulista eu acho difícil, mas no Brasileiro eu acredito que essa possibilidade poderá existir, porém está atrelada ao comportamento dos torcedores. Se voltarmos a ter torcida mista e houver novamente problemas com violência, ai não teremos alternativa, a não ser jogarmos com torcida única”, concluiu Flávio.